Publicado em: 04/08/2016 12h37 - Atualizado em 05/08/2016 19h29

Escola do Patrimônio e a Preservação do Patrimônio Material

Carlos Gustavo Nóbrega de Jesus é Superintendente da Fundação Pró-Memória e Doutor em História Cultural e Pesquisador da Unicamp/IFCH

Uma das funções da Fundação Pró-Memória é preservar e estudar o patrimônio material do município, ou seja, os bens móveis e imóveis representativos da nossa cidade. Aos bens móveis, o Museu Municipal Casarão Pau Preto está numa campanha, juntamente com a comunidade, para compilar diversas fontes tridimensionais do passado dos mais variados grupos que ajudaram a escrever a história de Indaiatuba. Além disso, a Fundação, por meio do Museu, promove várias exposições com o acervo próprio que merecem ser visitadas. Por exemplo, as exposições de cédulas e moedas que retratam boa parte da cultura, da sociedade e da economia, não só da cidade, como também do país.
Já os bens imóveis, são os chamados de Pedra e Cal, são aqueles bens que por sua característica arquitetônica, histórica ou meramente representativa para um grupo da cidade, são alvos de políticas públicas de proteção, dentre elas o tombamento. Isso mesmo: o tombamento é somente uma das várias políticas de preservação do patrimônio cultural realmente eficaz. O bem não precisa ser tombado para ser preservado. Do mesmo jeito, a nossa Constituição deixa claro que o bem não precisa estar tombado para que se aplique as sanções de lei. Se ele for reconhecido pela comunidade como de importância histórica, a sua destruição está passível de penalidade, da mesma forma que o bem tombado. Pouca gente sabe disso, inclusive a própria comunidade, a quem juntamente com o poder público, cabe a responsabilidade de preservar seus bens. Ciente da situação, é que a Fundação Pró-Memória investe pesado em ações educativas, isto é, cursos e atendimento à comunidade dos 8 aos 80 anos, para conscientizá-los do seu protagonismo no processo de preservação.
Quem pôde usufruir dos cursos ministrado pelo professor Marcos Tognon nos últimos finais de semana entre maio e junho no Casarão Pau Preto, ouvindo um dos maiores especialistas do tema no país falar sobre "Preservação e Restauro da Arquitetura Paulista", com certeza saiu consciente de tal situação. O curso faz parte do Projeto "Escola do Patrimônio", advindo da parceria entre Pró-Memória e Departamento de História da Unicamp, que está completando dois anos nesse mês de agosto. Além de cursos direcionados à comunidade o projeto também ofereceu cursos voltados a professores, tanto de escolas municipais, quanto de escolas estaduais, dialogando com a Secretaria Municipal de Educação e Diretoria Regional de Ensino.
Nesse sentido, já estão abertas para os dias 13 e 20 de agosto as inscrições para o curso de "Práticas de Arqueologia", também ministrada pelo professor Marcos. Quem ainda não fez ou ainda não se conscientizou da importância da preservação do patrimônio histórico material, é uma ótima oportunidade para fazê-lo, eu garanto!

Veja Também:

Mais lidas
Filmes em cartaz
  • ESQUADRÃO SUICIDA
  • JASON BOURNE
  • O BOM GIGANTE AMIGO
  • OS CAÇA NOIVAS
  • A LENDA DE TARZAN
  • CARROSSEL 2 - O SUMIÇO DE MARIA JOAQUINA
  • A ERA DO GELO: O BIG BANG
  • PROCURANDO DORY
  • JULIETA