Publicado em: 17/03/2017 14h04 - Atualizado em 17/03/2017 20h04

Network na corrida

Anieli Barboni
Estive em um evento de networking essa semana do grupo BNI (Business Networking International) e achei muito interessante a forma com que as pessoas se conectam, criam vínculos, intimidade, confiança a ponto de gerar negócios uns para os outros. Em meio a este turbilhão de informações que recebi, pensei: "já vi esse tal de network em algum lugar... claro na corrida!".
Costumo dizer que de shorts, camiseta e tênis, todo mundo é igual. A frase não é muito nova, mas acho que poderia ser mais valorizada, ainda mais nos dias de hoje, em que tentamos driblar a crise.
Uma coisa é certa, não existe a possibilidade de você participar de um grupo de corrida e não conhecer uma pessoa. Não tem como você passar correndo meia hora do lado de alguém e não trocarem algumas palavras. E é ali, no treino longo de sábado ou na largada da prova, entre rostos suados, pernas fadigadas e pés cheios de bolhas que pode estar a pessoa que vai mudar a sua vida.
Já vi famosos correndo em provas, já tive clientes donos de empresas, gerentes de multinacionais, advogados, médicos, professores, pessoas de todo tipo. Nunca se sabe quem vamos encontrar pelas pistas. E é nesse momento que "tudo" pode acontecer, sem perceber, estamos com uma pessoa que pode ser interessante. E não apenas nos negócios, também pode ser no amor, na amizade e no descobrimento de uma nova tribo de amigos que pensam iguais a você.
Pensando bem de shorts, camiseta e tênis, todo mundo é igual, até descobrir que aquele amigo(a) pode ser seu novo chefe ou um novo caso de amor. O quebra-cabeça de quem é quem se encaixa naturalmente, mas, diferente na corrida,pois acontece tudo muito naturalmente.
Faça parte de nossa equipe
Gostou da matéria?
Curta, compartilhe e comente.
Grande abraço.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • A BELA E A FERA
  • KONG: A ILHA DA CAVEIRA
  • LOGAN
  • FOME DE PODER
  • LEGO BATMAN: O FILME
  • A BAILARINA
  • JACKIE