Publicado em: 27/03/2017 16h49 - Atualizado em 29/03/2017 12h09

Devolução do imposto

Os motoristas de Indaiatuba pagaram exatamente R$ 73.798.729,91 no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em 2017. Descontando os inadimplentes, esse valor foi o arrecadado com os mais de 128 mil veículos tributáveis que o município tem hoje registrado.
Desse valor, 50% fica para o Estado, enquanto o restante é repassado automaticamente ao município de licenciamento do veículo. Ou seja: Indaiatuba já recebeu quase R$ 37 milhões provenientes do IPVA neste ano.
O dinheiro arrecadado com esse imposto deve ser destinado a melhorias no trânsito, como sinalização, asfaltamento, tapa-buraco, além da educação preventiva para o trânsito. A nível estadual, é contabilizado também a manutenção das estradas pertencentes ao Estado, que, com toda a arrecadação, devem ficar impecáveis.
Assim como as cidades deveriam ser um exemplo nesse setor, sem buracos, vias com pavimentação e muitas campanhas para conscientização. Mas isso, como tudo no Brasil que depende de aplicação de impostos, está bem longe de acontecer.
Várias tecnologias já permitem um asfalto melhor, mais resistente e sustentável, como a reciclagem de pneus, por exemplo, mas elas não são vistas no Brasil. As razões são muitas, mas, entre outros pontos que poderiam melhorar as condições de tráfego, otimizar os trabalhos dos órgãos competentes e economizar o dinheiro do contribuinte, estão os jogos de interesses, a corrupção e as burocracias que insistem em emperrar o bom serviço que poderia ser prestado à população.
Enquanto isso, o povo vai pagando seus impostos, aos montes, e sem a menor perspectiva de quando terá um benefício de volta.

Veja Também:

Mais lidas
Filmes em cartaz
  • POWER RANGERS
  • FRAGMENTADO
  • A BELA E A FERA
  • KONG: A ILHA DA CAVEIRA
  • LOGAN
  • MINHA MÃE É UMA PEÇA 2
  • BUGIGANGUE NO ESPAÇO
  • UM LIMITE ENTRE NÓS