Publicado em: 20/04/2017 10h42 - Atualizado em 24/04/2017 17h32

Notas de Transição

Maio Musical celebra 25 anos com homenagem e celebração aos novos talentos da cidade

Fábio Alexandre
O compositor Nabor Pires de Camargo é um ícone da música indaiatubana, mas ele não está sozinho nesse pódio. O chorão Moacyr Martins também merece ser cultuado pelo incrível trabalho que vem desenvolvendo, preservando a linhagem do choro e formando músicos que, ao longo dos anos, estão mantendo vivas as raízes da autêntica música popular brasileira. Por isso, o 25º Maio Musical presta homenagem a Moacyr Martins, estabelecendo uma programação que faz a ponte entre o passado - representado pelo choro - e o presente - com uma diversidade de jovens que passeiam com desenvoltura, tanto pela música popular quanto pela erudita.
"Essa homenagem é algo inédito no Maio Musical e escolhemos o Moacyr Martins pela importância do trabalho desenvolvido por ele em Indaiatuba junto a uma geração de músicos de nossa cidade", conta o prefeito Nilson Gaspar (PMDB), em coletiva de imprensa realizada na terça, dia 18. "É importante homenagearmos alguém vivo, sem falar que o Moacyr tem um coração sem tamanho. Particularmente, estudei sete anos de violão com ele e possuo uma grande admiração por seu trabalho".
Gaspar destaca que os investimentos em cultura serão uma tônica de sua administração. "Vejo que a Cultura não é um gasto dentro da administração municipal, mas sim investimento. Traz qualidade de vida e a oportunidade de aprender algo mais", analisa. "A Pasta está forte e vai ficar ainda mais. Lançaremos projetos que levarão cinema e teatro para outros bairros, saindo do tradicional e levando cultura a todos os cantos da cidade".
"A cultura, junto com a educação, esporte e o social são bases para qualquer gestor. Por isso, a Pasta terá destaque em minha administração", finaliza Gaspar. Para a secretaria de Cultura, Erika Hayashi Kikuti, a homenagem é mais do que merecida. "Moacyr montou a primeira escola de violão em Indaiatuba há quase 60 anos atrás e estabeleceu a cultura do chorinho por aqui", conta. "Por muitos anos, se apresentou com o Grupo de Choro Moacyr Martins, que estava parado há algum tempo, mas conseguimos resgatar para este Maio Musical".
Conjunto
Erika conta que a programação do Maio Musical é resultado de um trabalho conjunto da secretaria. "Esta edição foi feita por algumas mãos. Eu, Andrelino, Wladimir Soares e nossas equipes dos festivais. Decidimos então que manteríamos a característica de respeitar o que é tradição na cidade, mas também vislumbraríamos o futuro, dando espaço a novos talentos que surgem em Indaiatuba", revela. "Além disso, foi um pedido do prefeito que déssemos espaço para músicos de Indaiatuba, que já passaram pelos projetos locais, na programação do Maio Musical".
Integrante da programação do Maio Musical, nos dias 13 e 14, a Virada Cultural Paulista, promovida em parceria com a Secretaria de Cultura do Governo Estado de São Paulo, ainda é uma incógnita, já que até o fechamento desta edição, não havia divulgado suas atrações. "Não recebemos a programação ainda, apenas os horários. Mas acredito que não será tão grandiosa como nos últimos anos, até por conta do momento econômico que vivemos", afirma Erika. "Mas é sempre importante ressaltar que algumas das melhores atrações são exatamente as ainda pouco conhecidas".
Envolvida com a organização do Maio Musical nos últimos 21 anos, Erika destaca a evolução do projeto. "O Maio tem nos surpreendido, ano após ano. Hoje, reunimos um grande público em praticamente todas as atrações", destaca. "Importante também vermos que hoje a qualidade do músico local não perde em nada para o que vem de fora. Todos são excelentes", continua. "Em conversa recente que tive com o Wladimir, que criou o projeto em Indaiatuba, vimos que o Maio Musical é um dos maiores festivais do Estado e não perde para nenhum outro que conhecemos". (continua na página 2)
Guilherme Arantes comemora 40 anos de carreira em novo show, que abre o Maio Musical no próximo dia 1ª, no Ciaei Guilherme Arantes comemora 40 anos de carreira em novo show, que abre o Maio Musical no próximo dia 1ª, no Ciaei (Crédito: Marcia Gonzalez)
O 'chorão' Moacyr Martins é o grande homenageado da 25ª edição do Maio Musical O 'chorão' Moacyr Martins é o grande homenageado da 25ª edição do Maio Musical (Crédito: Divulgação)
Com a volta de Kika Baldasseirine, Mulheres em Acordes relembram 10 anos de muita música e companheirismo Com a volta de Kika Baldasseirine, Mulheres em Acordes relembram 10 anos de muita música e companheirismo (Crédito: Divulgação)

Dois shows do Maio Musical terão troca de ingressos

Dentro da programação do Maio Musical, dois shows terão troca de ingressos por um pacote de fralda geriátrica. "Para os shows de Guilherme Arantes, no dia 1º, e 14 Bis, no dia 7, será preciso realizar a troca de um pacote de fralda geriátrica por um ingresso, sendo que cada pessoa poderá pegar, no máximo, dois ingressos", afirma Erika.
A troca acontece nesta terça-feira, dia 25, a partir das 8 horas, no Centro de Convenções Aydil Bonachela, que fica na Rua das Primaveras, 210, no Jardim Pompeia. "Faremos duas filas, uma para cada show, para dar espaço para todo mundo conseguir o seu ingresso", destaca a secretária. "Mas se a pessoa estiver em uma fila e, na sequência, quiser pegar a outra, também pode".
Responsável pela criação do Maio Musical, em 1993, Wladimir Soares conta um pouco da origem do projeto. "Havia conversado com o maestro Eleazar de Carvalho para trazer a Orquestra Sinfônica do Estado para Indaiatuba e ele topou", lembra. "Mas pensei comigo: a troco de quê? Então lembrei que em Florença, na Itália, existe um festival chamado Maio Musical e resolvemos criar o nosso".
"Na época, não tínhamos cinema ou teatro, então precisávamos programar as atrações em igreja, no auditório da Câmara, na Tulha do Casarão ou então, ao ar livre. Assim, privilegiamos a música erudita, já que não tínhamos verba no Departamento de Cultura, que era ligado à Secretaria da Educação, para grandes investimentos em equipamento", recorda Wladimir.
"O desafio então foi correr atrás de atrações que não gastassem tanto e que fossem fáceis de executar. Convoquei o pessoal do Conservatório de Tatuí e alguns talentos locais, como o Madrigal Cantátimo, para montar uma programação diária de eventos", conta. "Tínhamos dança, teatro e até exposições de artes visuais, todos ligados ao tema música. A primeira edição foi histórica e atingiu nosso objetivo, que era a formação de plateia".
Wladimir elogia o homenageado desta edição do Maio Musical. "Merecido. Moacyr Martins esteve em um dos primeiros eventos que fiz em Indaiatuba. Queria mostrar a Biblioteca Municipal para a população e então convidamos seu grupo de choro. Foi uma noite muito bonita", enfatiza. "Além disso, ele formou muitos músicos em Indaiatuba, que ainda estão na profissão por causa dele".

PROGRAMAÇÃO

Dia 1º - Guilherme Arantes: 40 Anos de Carreira
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 19 horas
Dia 4 - Tributo à Villa-Lobos, com Laura Duarte
e Duo Zani Dutra
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 5 - Rock in Pauta Concert
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 6 - Orquestra Jovem do Estado
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 7 - 14 Bis: 35 Anos
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 19 horas
Dia 11 - 10 Anos de Canções, Café e Companhia,
com Mulheres em Acordes
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 12 - Do Chique ao Úrtimo, com a
Orquestra Paulistana de Viola Caipira
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dias 13 e 14 - Virada Cultural Paulista
Dia 18 - De 5 em 5 a 1.000 Estamos, com Diogo Peixoto
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 19 - Cancioneiro Popular da Bahia,
com Coral Cidade de Indaiatuba
Local: Câmara Municipal
Horário: 20 horas
Dia 20 - Banda Sinfônica Jovem do Estado
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 21 - Clássicos, com Orquestra Sinfônica
de Indaiatuba
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 18 horas
Dia 25 - Bolero e Outras Danças,
com Corporação Musical Villa-Lobos
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 26 - Entre Tempos, com Bia Packer,
Mariana Ávila e Stefany Ueda
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 27 - Uma Saudação à Whitney Houston,
com Vanessa Jackson
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 20 horas
Dia 28 - 30 Anos de História Regada a Choro,
com Grupo de Choro Moacyr Martins
Local: Sala Acrísio de Camargo
Horário: 18 horas

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • VIDA
  • VELOZES E FURIOSOS 8
  • A CABANA
  • OS SMURFS E A VILA PERDIDA
  • O PODEROSO CHEFINHO
  • A BELA E A FERA
  • SILÊNCIO