Publicado em: 20/04/2017 12h23 - Atualizado em 20/04/2017 20h35

Prefeito revela projeto para construção de novo teatro

Empreendimento deve ser erguido no Residencial Dona Lucilla

Fábio Alexandre
Fábio Alexandre Erika Hayashi Kikuti e Nilson Gaspar anunciaram planos para construção de Teatro Municipal
Durante a coletiva do 25º Maio Musical, realizada na última terça-feira, dia 18, a Tribuna questionou o prefeito Nilson Gaspar (PMDB) e a secretária de Cultura, Erika Hayashi Kikuti, acerca de um novo projeto que vem sendo alardeado pela cidade e que agora foi confirmado, ao menos no papel: Indaiatuba pode ganhar um Teatro Municipal. No entanto, a possibilidade ainda reside na construção de um projeto e na possibilidade de conquista de verbas estaduais e federais.
"Já demos início a um projeto para construção de um novo teatro. Precisamos estar preparado para quando os governos Estadual ou Federal abram a possibilidade de conquistarmos verbas. Até porque, quando der certo, esses editais abrem e fecham na mesma semana", afirma Gaspar. "O estudo de um novo teatro está em andamento, mas também temos outras ideias, para transformar outros espaços culturais de Indaiatuba".
O prefeito revelou, inclusive, que já existe uma área destacada para o projeto. "Fica na direção da Fazenda Bicudo, no sentido no Campo Bonito. Trata-se de uma enorme área institucional, localizada no Jardim Residencial Dona Lucilla", revela. Erika afirma que o projeto está sendo desenvolvido com empenho pela secretaria. "Já fomos para São Paulo e conversamos com as equipes técnicas do Teatro Sérgio Cardoso e do Teatro Alfa, para aprender mais e adequar o que é importante para a realidade do nosso projeto", afirma.
Para Erika, um novo teatro é essencial. "O palco da Sala Acrísio de Camargo não tem para onde crescer e também não temos camarins adequados", aponta. "Neste novo projeto, teremos um teatro com capacidade para 1.500 pessoas, com um palco mais adequado e toda a estrutura necessária".

Dois shows do Maio Musical terão troca de ingressos

Dentro da programação do Maio Musical, dois shows terão troca de ingressos por um pacote de fralda geriátrica. "Para os shows de Guilherme Arantes, no dia 1º, e 14 Bis, no dia 7, será preciso realizar a troca de um pacote de fralda geriátrica por um ingresso, sendo que cada pessoa poderá pegar, no máximo, dois ingressos", afirma Erika.
A troca acontece nesta terça-feira, dia 25, a partir das 8 horas, no Centro de Convenções Aydil Bonachela, que fica na Rua das Primaveras, 210, no Jardim Pompeia. "Faremos duas filas, uma para cada show, para dar espaço para todo mundo conseguir o seu ingresso", destaca a secretária. "Mas se a pessoa estiver em uma fila e, na sequência, quiser pegar a outra, também pode".
Responsável pela criação do Maio Musical, em 1993, Wladimir Soares conta um pouco da origem do projeto. "Havia conversado com o maestro Eleazar de Carvalho para trazer a Orquestra Sinfônica do Estado para Indaiatuba e ele topou", lembra. "Mas pensei comigo: a troco de quê? Então lembrei que em Florença, na Itália, existe um festival chamado Maio Musical e resolvemos criar o nosso".
"Na época, não tínhamos cinema ou teatro, então precisávamos programar as atrações em igreja, no auditório da Câmara, na Tulha do Casarão ou então, ao ar livre. Assim, privilegiamos a música erudita, já que não tínhamos verba no Departamento de Cultura, que era ligado à Secretaria da Educação, para grandes investimentos em equipamento", recorda Wladimir.
"O desafio então foi correr atrás de atrações que não gastassem tanto e que fossem fáceis de executar. Convoquei o pessoal do Conservatório de Tatuí e alguns talentos locais, como o Madrigal Cantátimo, para montar uma programação diária de eventos", conta. "Tínhamos dança, teatro e até exposições de artes visuais, todos ligados ao tema música. A primeira edição foi histórica e atingiu nosso objetivo, que era a formação de plateia".
Wladimir elogia o homenageado desta edição do Maio Musical. "Merecido. Moacyr Martins esteve em um dos primeiros eventos que fiz em Indaiatuba. Queria mostrar a Biblioteca Municipal para a população e então convidamos seu grupo de choro. Foi uma noite muito bonita", enfatiza. "Além disso, ele formou muitos músicos em Indaiatuba, que ainda estão na profissão por causa dele".

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • VIDA
  • VELOZES E FURIOSOS 8
  • A CABANA
  • OS SMURFS E A VILA PERDIDA
  • O PODEROSO CHEFINHO
  • A BELA E A FERA
  • SILÊNCIO