Publicado em: 17/04/2017 15h40 - Atualizado em 17/04/2017 19h44

Fazer o bem sem olhar a quem

A máxima nunca fez tanto sentido como agora. Em um momento complicado no País, a solidariedade se mostra cada vez mais importante e necessária para que um mínimo de igualdade seja percebido.
Olhar para o lado e entender o verdadeiro significado de empatia, se colocar no lugar do outro e assumir que todos merecem atenção e precisam ser tratados como igual parece algo cada vez mais raro nos dias de hoje, mas, vez ou outra, algumas atitudes mostram que ainda há esperanças para o ser humano.
Uma campanha anual prova um pouco disso: a campanha de doação de agasalhos. Essa é uma época do ano em que muitos se solidarizam com a condição de famílias mais carentes e daqueles que vivem nas ruas, abrindo mão de peças com as quais já não contam mais.
Algo que está em voga é sobre a doação da Nota Fiscal Paulista, que era responsável por grande parte da arrecadação de muitas entidades assistenciais. Com as alterações impostas pelo Governo do Estado, o montante dessas instituições deve cair algo entre 70% e 90%. Certamente é algo que precisa ser revisto, já que, como está hoje, é perceptível a colaboração da população com essas ONGs.
Outra ação que levou Indaiatuba a destaque nacional no final de semana é a campanha criada por uma ONG para que uma venezuelana conseguisse trocar a bateria de seu marca-passo cardíaco. Tudo aconteceu aqui na cidade.
É esse tipo de engajamento e preocupação que faz com que ainda haja esperanças de um mundo melhor, com menos violência, menos corrupção e mais amor ao próximo.
Talvez seja somente isso que está faltando para que o mundo seja mesmo um lugar melhor para se viver.

Veja Também:

Mais lidas
Filmes em cartaz
  • VELOZES E FURIOSOS 8
  • OS SMURFS E A VILA PERDIDA
  • A CABANA
  • DESPEDIDA EM GRANDE ESTILO
  • O PODEROSO CHEFINHO
  • FRAGMENTADO
  • A BELA E A FERA