Publicado em: 08/05/2017 11h13 - Atualizado em 08/05/2017 19h59

O argueiro e a trave no olho

Adriana Brumer Lourencini
Uma das insensatezes da humanidade consiste em vermos o mal de outrem, antes de vermos o mal que está em nós. Para julgar-se a si mesmo, fora preciso que o homem pudesse ver seu interior num espelho; pudesse, de certo modo, transportar-se para fora de si próprio, considerar-se como outra pessoa e perguntar: Que pensaria eu, se visse alguém fazer o que faço?
Incontestavelmente é o orgulho que induz o homem a dissimular, para si mesmo, os seus defeitos, tanto morais, quanto físicos. Semelhante insensatez é essencialmente contrária à caridade, porquanto a verdadeira caridade é modesta, simples e indulgente.
Caridade orgulhosa é um contrassenso, visto que esses dois sentimentos se neutralizam um ao outro. Com efeito, como poderá um home, bastante preguiçoso para acreditar na importância da sua personalidade e na supremacia das suas qualidades, possuir ao mesmo tempo abnegação bastante para fazer ressaltar em outrem o bem que o eclipsaria, em vez do mal que o exaltaria?
Por isso mesmo, porque é o pai de muitos vícios, o orgulho é também a negação de muitas virtudes. Ele se encontra na base e como móvel de quase todas as ações humanas. Essa a razão porque Jesus se empenhou tanto em combate-lo, como principal obstáculo ao progresso.
A crítica lançada à conduta de outrem pode obedecer a dois móveis: reprimir o mal, ou desacreditar a pessoa que praticou o ato. No segundo caso, é injustificável, visto que teve como único propósito a maledicência e a maldade.
Se a autoridade para censurar está na razão direta da autoridade moral daquele que censura, tornar-se culpado daquilo que condena em outrem é privar-se do direito de repressão. Aos olhos de Deus, uma única autoridade legítima existe: a que se apoia no exemplo que dá do bem.
ALLAN KARDEC
Extraído d'O Evangelho
Segundo o Espiritismo
(Kardec, A.), Cap.X,
Bem-Aventurados os
Misericordiosos, FEB

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • NINGUÉM ENTRA, NINGUÉM SAI
  • A AUTÓPSIA
  • ROCK DOG - NO FARO DO SUCESSO
  • GUARDIÕES DA GALÁXIA VOL. 2
  • VELOZES E FURIOSOS 8
  • A CABANA
  • LA VINGANÇA
  • ELIS (MAIO MUSICAL)
  • WAITING FOR B. (MAIO MUSICAL)
  • SINFONIA DA NECRÓPOLE (MAIO MUSICAL)
  • MEMÓRIA EM VERDE E ROSA (MAIO MUSICAL)