Publicado em: 02/05/2017 17h12 - Atualizado em 02/05/2017 20h45

A mão que balança o berço

Segunda-feira, 1º de maio. Ainda sob reflexo da chamada greve geral da última sexta-feira, dia 28, o Brasil celebrava o Dia do Trabalhador. Mas o que existe, de concreto, para se comemorar? Em meio a muitas incertezas e reformas, o trabalhador vê seu presente e futuro ameaçados, enquanto o empregador busca por notícias que sejam boas o suficiente para reaquecer a economia. No meio deste fogo cruzado, o futuro do país.
Entre tantas festas e mobilizações realizadas por centrais sindicais por todo o Brasil, na última segunda-
feira, constatou-se que havia pouco para se comemorar. A balança que envolve trabalhador e empregador demanda equilíbrio, mas fatores internos e externos insistem em manter essa equação desigual. Contudo, não existe um lado beneficiado, muito pelo contrário.
Bom seria termos uma economia estruturada, com políticas de incentivo que garantissem ao empregador motivos suficientes para dar estabilidade a seus funcionários. E mais do que isso, a perspectiva de abertura de novos postos. No entanto, as incertezas são recorrentes e, mesmo que se anuncie melhoras na economia, a prática ainda insiste em demonstrar o contrário. Passou o momento de recebermos uma resposta definitiva a essa questão. Ou então, um novo caminho.
Muitos especialistas insistem em dizer que o principal "culpado" pela crise não é a falta de dinheiro no bolso do cidadão, principal ferramenta que movimenta qualquer economia mundial. Dizem que a culpa é do medo, do receio de investir ou gastar em um cenário de incertezas. Afinal de contas, quem investiria em um futuro nebuloso? Assim, fica ainda mais evidente a necessidade de uma resposta urgente, que traga equilíbrio às ações e recoloque a engrenagem da economia brasileira nos eixos. Assim, os empregadores poderão respirar aliviados e os trabalhadores terão a estabilidade que tanto procuram, além de poder buscar novas e melhores oportunidades.

Veja Também:

Mais lidas
Filmes em cartaz
  • GUARDIÕES DA GALÁXIA VOL. 2
  • VIDA
  • VELOZES E FURIOSOS 8
  • A CABANA
  • OS SMURFS E A VILA PERDIDA
  • O PODEROSO CHEFINHO
  • A BELA E A FERA