Publicado em: 08/06/2017 12h15 - Atualizado em 09/06/2017 20h15

Opção esteira

João Panzetti
Fala runners!!!
Com esse friozinho e chuva se torna desafiador criar coragem pra correr, não é mesmo? Confesso que até eu tenho dificuldade.
Uma ótima opção para não parar os treinos é a esteira. Mas a mudança para esteira pode prejudicar um pouco seu rendimento, além disso, é preciso alguns cuidados. Confira:
O consumo de oxigênio diminui entre 3% a 6% quando passamos do asfalto para esteira, exigindo muito menos do organismo. Isso acontece, pois na rua precisamos empurrar o chão para vencer a inércia e a resistência do ar, movendo nosso corpo para frente, enquanto na esteira o tapete move-se sob nossos pés, e tudo que temos de fazer é nos manter no centro da esteira. Com isso, a intensidade e a aplicação da força são maiores na rua do que na esteira.
Em relação ao impacto, ir para a esteira pode causar uma diminuição do impacto sobre as articulações de 20% do peso corporal. Você poderá sentir dores musculares quando voltar à rua nos primeiros treinos - até o músculo se adaptar. Com isso, a importância do fortalecimento nesse período é ainda maior.
Acredito que nesta época a esteira deve ser usada como opção de treinamento, pois pode deixar o indivíduo menos atento quando voltar para a rua. Ao ar livre, as irregularidades do piso desenvolvem um mecanismo reflexo contra as torções, além disso, a mecânica do movimento é razoavelmente diferente, o que pode lhe atrapalhar duramente caso procure fazer o mesmo ritmo da esteira na rua.
Bons treinos e lembre-se de me escrever com algum comentário, dúvida ou sugestão: joao@esportivus.com.br.
Um grande abraço.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • A MÚMIA
  •  MULHER MARAVILHA
  • AMOR.COM
  • PIRATAS DO CARIBE: A VINGANÇA DE SALAZAR
  • TUDO E TODAS AS COISAS (PRE-ESTREIAS)
  • O CIDADÃO ILUSTRE
  • O PODEROSO CHEFINHO (SESSÃO FAMÍLIA)