Publicado em: 03/07/2017 14h34 - Atualizado em 03/07/2017 21h02

A melhor medida

Adriana Brumer Lourencini
Mais que as doenças vulgares do corpo, sofres os problemas da alma, agravando-te a tensão, cada dia. Mais que os micróbios patogênicos a te assaltarem os tecidos do instrumento físico, padeces a intromissão de agentes mentais inquietantes, atormentando-
te as fibras da alma.
Levantas-te a cada manhã, muitas vezes, com as lutas da véspera e, antes que te harmonizem novamente as forças, cambaleias mentalmente ao impacto da irritação de familiares incompreensíveis.
Prestas longas explicações, a benefício da tranquilidade ambiente; contudo, mal terminas o arrazoado afetuoso, há quem te malsine a palavra, complicando as questões em torno...
Movimentas correção e sinceridade, honrando os próprios deveres; todavia, quando te julgas a cavaleiro de toda crítica, aparece alguém arrastando-te o coração ao mercado da injúria...
Empenhas carinho e abnegação no cultivo do amor ao lado de alguém; contudo, quando te crês em segurança no caminho do entendimento, observas que a ingratidão te envenena os melhores gestos.
Entretanto, à frente de toda dificuldade não te lastimes, nem desfaleças. Para toda perturbação, a paciência é a melhor medida. Não profiras qualquer palavra de que te possas arrepender.
Silencia e abençoa sempre, porque, amanhã, quantos hoje se precipitam na sombra voltarão novamente à luz.
Esquecido, usa a paciência e ajuda sem exigir. Insultado, recorre.
(Emmanuel/Chico Xavier)

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • MEU MALVADO FAVORITO 3
  • UMA FAMÍLIA DE DOIS
  • O CÍRCULO
  • MEUS 15 ANOS
  • BAYWATCH - S.O.S MALIBU
  • UM TIO QUASE PERFEITO
  • A MÚMIA
  •  MULHER MARAVILHA
  • PIRATAS DO CARIBE: A VINGANÇA DE SALAZAR