Publicado em: 03/08/2017 15h20 - Atualizado em 09/08/2017 14h28

Mudança de carreira

Marcelo Veras
Recentemente, escrevi um artigo neste espaço chamado "Três carreiras". Nele, contei um pouco da minha visão sobre mudança de carreira ao longo da vida, algo que já aconteceu comigo quatro vezes e que, na minha visão, acontecerá em média três vezes na maioria das pessoas deste tempo. Neste artigo, contei um pouco sobre uma palestra que tenho ministrado para alunos e pais de ensino médio, onde falo das profissões do futuro e do futuro das profissões. Também recentemente, participei do programa "Ponto de contato", da TV PUC Campinas, onde dei uma entrevista sobre mudança de carreira e seus desafios. Nas últimas semanas, portanto, recebi vários e-mails me pedindo para tratar um pouco sobre os principais desafios e cuidados que devem ser tomados por aqueles que pretendem mudar de carreira. Então, vamos lá.
Bom, o desafio aqui é resumir uma opinião convicta de algo que poderia discorrer ao longo de horas ou páginas. Respondendo diretamente quais devem ser os cuidados ao se decidir mudar de carreira, fico com dois pontos centrais: convicção e planejamento.
Quem me conhece sabe bem que sou fã da palavra "convicção". E ela aqui cabe com muita força e pertinência. Na verdade, sem ela, acho que ninguém consegue ir longe em nenhum projeto que queira tocar na sua vida pessoal, financeira ou profissional. A convicção é a base de tudo. Quando se tem, encara-se os desafios e luta-se até o fim, com persistência e determinação. Quando não se tem, a primeira pedra no caminho é suficiente para lhe derrubar. Quando decidi trabalhar com marketing e gestão, mesmo tendo me formado em engenharia química, o caminho não foi fácil. Foram necessários três anos e duas pós-graduações para que a empresa onde eu trabalhava me desse uma oportunidade na área. Motivos para desistir, eu tive de sobra, mas a minha convicção era tanta que, ou dava certo, ou dava certo. Entende? Não falo de teimosia cega, falo de convicção.
O segundo pilar chama-se planejamento, palavrinha que gera pavor (ou preguiça) em 90% das pessoas que conheço. Planejar significa "pensar e criar um futuro". Qualquer coisa que desejemos fazer com foco e convicção precisa de um planejamento, que trocando em miúdos significa estabelecer objetivos, interpretar caminhos possíveis, escolher o mais adequado, montar o plano e, principalmente, executar. Mais uma vez usando o meu exemplo, eu sabia que sem uma pós-graduação em marketing dificilmente uma porta se abriria. Fui lá e fiz. Coloquei uma meta de prazo de conclusão e corri atrás. Além disso, montei uma lista de quais outros requisitos seriam necessários e como eu poderia me aproximar de pessoas dessa nova área e que pudessem me ajudar a abrir portas. Foi um trabalho duro, mas muito desafiante e gratificante. No final, a recompensa vem. Quem planta, colhe.
Na minha visão, esses são os dois ingredientes desse prato chamado "mudança de carreira". Tenho inúmeras conversas com alunos e ex-alunos sobre o tema, há mais de 10 anos, e meu conselho é sempre o mesmo: construa uma forte convicção e um bom planejamento. Descubra quais são os requisitos de competências para a nova carreira. Desenvolva com dedicação em foco. Não estou dizendo que é fácil, mas sim que é possível. Até o próximo!

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Filmes em cartaz
  • PLANETA DOS MACACOS: A GUERRA
  • O FILME DA MINHA VIDA
  • SOUNDTRACK
  • DUNKIRK
  • EM RITMO DE FUGA
  • TRANSFORMERS: O ÚLTIMO CAVALEIRO
  • CINECLUBE - FRANTZ
  • CARROS 3
  • D.P.A - DETETIVES DO PRÉDIO AZUL
  • HOMEM-ARANHA: DE VOLTA AO LAR
  • MEU MALVADO FAVORITO 3