Publicado em: 03/11/2017 09h23 - Atualizado em 06/11/2017 20h05

Cuidar, amar, proteger

Quando a pessoa decide ter um animal em casa deve estar pronta para as delícias e perrengues que isso traz. Perrengues, em parte, porque o bicho logo aprende o que você quer (e não quer dele). Onde fazer suas necessidades, local e hora para comer e se vira aquele passeio pelo quarteirão com os donos.
Muita gente quer um cão de raça, mas, com tantos cães e gatos abandonados, em abrigos ou lar provisório, o chique agora é adotar um vira-lata. Tem de todos os tamanhos e cores. E são tão adoráveis quanto quaisquer outros.
Esta escriba teve ao longo de 40 anos cães de raça boxer. A ideia era fazer um canil para vender os filhotes, até com pedigree. Na primeira ninhada vimos que não dava. Ficamos com os doze filhotes. E assim seguiu a vida. Depois que o último boxer virou estrela, acabamos adotando a vira Luna. É a alegria da casa. Ficamos quase um ano sem cão. E como foi triste.
A Luna é terrível, não é dócil, não é meiga, é abrutalhada, mas nós a amamos e somos fielmente amados por ela. Ela vai fazer dois anos no dia 15, mas ainda rouba e rói tudo o que pode. As portas dos quartos e banheiros precisam estar fechadas. Na cozinha rouba (e come!) até cebola e alho. Precisa ficar tudo fora do alcance dela.
Mas o que vale é o amor. Por isso, quem tem um pet vai precisar cuidar dele, uma forma de devolver o amor que nos devota. Cuidar é dar boa ração duas vezes ao dia, manter o pet vacinado e vermifugado. Os potes com água precisam estar sempre limpos, com água fresca.
Tem que ter casinha e caminha protegida do sol e da chuva. Não deixar que coma petiscos e comidas humanas. Brincar e conversar com o pet também, quem disse que ele não entende?
Amar é proteger. E é proteção também o que recebemos dos nossos animais. Tenho um gato, o Urso, que chegou até a "latir" para um desconhecidos que entrou de forma brusca no sítio onde moramos.
O que não pode, deveria até ser proibido, é ter um cachorro apenas para tomar conta da propriedade, como se ele não tivesse vida emocional. Eles têm sentimentos, gostam de carinho, de ter dono, de ser cúmplice. Cães se sentem felizes quando sabem que são amados. Pense nisso.

Veja Também:

Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • THOR: RAGNAROK
  • DEPOIS DAQUELA MONTANHA
  • A NOIVA
  • HISTORIETAS ASSOMBRADAS: O FILME
  • BIG PAI, BIG FILHO
  • A COMÉDIA DIVINA
  • TEMPESTADE: PLANETA EM FÚRIA
  • AS AVENTURAS DO CAPITÃO CUECA
  • COMO SE TORNAR O PIOR ALUNO DA ESCOLA
  • PICA-PAU