Publicado em: 05/01/2018 08h53 - Atualizado em 05/01/2018 18h52

Carlos Saldanha dirige nova versão do clássico O Touro Ferdinando

Fábio Alexandre
Divulgação Ferdinando foge do rancho em que nasceu, mas acaba se metendo em diversas confusões
O brasileiro Carlos Saldanha é referência no mercado internacional de animação. Criador das franquias A Era do Gelo e Rio, dois sucessos de bilheteria, o diretor entrou nos holofotes de Hollywood e seus projetos são aguardados com ansiedade pelo público. Em O Touro Ferdinando, Saldanha resgata o personagem criado por Munro Leaf e ilustrado por Robert Lawson em um livro infantil 1936, que fez tanto sucesso que acabou virando um curta em animação da Disney em 1938, vencedor de um Oscar da categoria. Seu desafio agora é apresentar o personagem para uma nova geração.
A nova animação - que custou mais de 100 milhões de dólares - conta a história de Ferdinando, um bezerro diferente de seus semelhantes. Como é de costume, um rancho da Espanha cria touros e os treina para serem negociados para as touradas, tradição até hoje contestada por muitos. Os animais que não se adequam aos treinamentos são vendidos para o abate e vão parar no açougue. Em meio a este início até mesmo polêmico, conhecemos Ferdinando, um bezerro apaixonado por flores e avesso a qualquer tipo de violência.
É claro que, sabendo que nunca se adaptaria aos treinamentos paras as touradas, Ferdinando resolve bolar um plano para fugir do rancho em que nasceu. Assim, foge e cresce ao lado de uma família normal, que o trata com carinho e utiliza de sua robustez para os trabalhos pesados em sua fazenda. No entanto, um acontecimento inesperado coloca Ferdinando novamente ao lado de seus antigos donos e prestes a entrar em uma arena de tourada. Agora, ele precisará fugir novamente e voltar para sua vida pacata no campo.
Família
O Touro Ferdinando é o filme mais família de Carlos Saldanha, desde o primeiro e emocionante A Era do Gelo. Todas as lições estão presentes: o touro que não se encaixa nos padrões que dele se esperam; o encontro com uma família amorosa, que comprova existir opção até mesmo para a brutalidade de um touro; e a reviravolta, que coloca mais uma vez o protagonista frente a tudo aquilo que ele mais detesta. Nada de novo, enfim.
Ciente disso, Saldanha se concentra exatamente em transmitir sua mensagem: seja você quem for, não é errado querer ser ou fazer diferente. Aliás, o grande desafio da animação é comprovar exatamente o contrário e enaltecer a coragem e determinação de quem nada contra a maré. Ou seja, mesmo 80 anos após a criação de Ferdinando, sua batalha continua atual.
Enfim, a nova produção de Saldanha e da Blue Sky não inova, mas deve agradar em cheio as crianças, jovens e adultos. Afinal de contas, suas piadas são universais e se encaixam em todas as faixas etárias, tornando O Touro Ferdinando um passatempo de qualidade para as férias.

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • O TOURO FERDINANDO
  • JUMANJI: BEM-VINDO À SELVA
  • CINECLUBE - COM AMOR, VAN GOGH
  • FALA SÉRIO, MÃE!
  • O REI DO SHOW
  • AS AVENTURAS DE TADEO 2: O SEGREDO DO REI MIDAS
  • STAR WARS: OS ÚLTIMOS JEDI
  • EXTRAORDINÁRIO
  • LIGA DA JUSTIÇA