Publicado em: 09/02/2018 09h20 - Atualizado em 09/02/2018 19h28

Pulando a cerca

Uma mulher terá que indenizar o ex-marido em R$ 30 mil por danos morais, por não esclarecer a verdadeira paternidade do filho que ele pensou ser dele. A decisão foi unânime, da 1ª Câmara de Direito Privado. O casal teria se separado logo após
o nascimento da criança.
Quinze anos depois, o marido questionou o pagamen-
to da pensão alimentícia e pediu exame de DNA. Não deu outra: o filho não era de-
le. Em sua defesa, a mulher
alegou que o marido não lhe
dava atenção e que a carência
afetiva a levou a se relacionar uma única vez com outro homem. (fonte: site Migalhas)

Veja Também:

Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • CINQUENTA TONS DE LIBERDADE
  • VIVA: A VIDA É UMA FESTA
  • TRÊS ANÚNCIOS PARA UM CRIME
  • PADDINGTON 2
  • A FORMA DA ÁGUA
  • TODO O DINHEIRO DO MUNDO
  • MAZE RUNNER: A CURA MORTAL
  • THE POST: A GUERRA SECRETA
  • O TOURO FERDINANDO
  • JUMANJI: BEM-VINDO À SELVA