Publicado em: 14/03/2018 15h19 - Atualizado em 16/03/2018 16h44

Tornar seu dia mais proveitoso

Paulo Antolini é psicólogo, psicoterapeuta, practitioner de programação neurolinguística, administrador e consultor de empresas. Fones: (19) 3834-8149 / (19) 99159-2480 Email: paulo.salvio@terra.com.br

"Meus dias não rendem."; "Corro, corro e corro, mas não saio do lugar."; "Trabalhei tanto e não vejo resultados." são algumas frases comuns de se escutar. Desde uma dona de casa até um alto executivo, se não existir uma vontade de mudar esse quadro, tudo continuará como sempre. A sobrecarga de tarefas e a desorganização continuarão imperando.
Se você se identifica em maior ou menor grau com o exposto acima, então este texto pode lhe ser muito útil.
Seu primeiro passo precisa ser a tomada de decisão de querer alterar esse quadro. Esqueça o "eu não sei como" e firme seu propósito de iniciar uma forma de ser diferente de até então. Pois bem. Decisão tomada, agora passe para a ação. Mas não é de qualquer jeito que se faz isso.
Tire um momento para sentar frente a um caderno e comece a escrever todas as suas atividades, coloque tudo que você tem que fazer dentro de seu dia. Em alguns casos o simples relacionar já será suficiente para que você se organize. Em algumas situações precisará estimar o tempo que cada item anotado ocupará.
Tem coisas que são urgentes, ou seja, se não for feito agora terá sérias consequências. Tem coisas que são importantes, tudo o que não pode deixar de ser feito, porém ainda há um tempo. Mas há muitas coisas que ocupam seu tempo que nem sempre são necessárias, mas você gosta de fazer e isso ocupa enorme fatia de seu tempo.
As urgentes são as primeiras a serem feitas. Se já as fez ou elas não existem nesse seu dia, sugiro que você veja quais as que gosta menos de fazer. Aquelas que normalmente são "empurradas com a barriga", e que quando são lembradas causam até um calafrio. Quando não realizadas geram também serias consequências. Pronto, já as identificou, então faça-as em primeiro lugar. E faça-as bem feito para não ter que repetir o trabalho, pois se uma vez já é ruim, imagine duas ou mais. Ao termina-las, passe então para os itens que são mais agradáveis.
Não inicie várias tarefas ou atividades ao mesmo tempo, pois você se atrapalhará além de não ver progresso em seus esforços. Comece e termine, então passe para a outra.
Uma cliente queixava-se de não conseguir arrumar sua casa. Percebeu que suas ações eram como se começasse a "lavar os degraus de uma escada pelo primeiro de baixo". Cada um que subia sujava todos os que já estavam limpos. Começou a recolher tudo que precisava tirar de cada cômodo e levar para os locais adequados, o que era de lavanderia, o que era de cozinha e assim por diante. Tirar o pó e arrumar as camas. Varrer e passar pano do fundo para a frente, cada cômodo pronto, porta fechada. Enquanto deixava a máquina de lavar roupas para funcionando, fazia os preparativos para o almoço. Como seu marido muitas vezes trazia pessoas e usava a sala para trabalhar, sua prioridade era iniciar o dia arrumando a sala e deixando-a pronta para receber pessoas.
Na vida profissional também deve se agir assim: relacionar tudo e classificar, iniciando então sua execução. Dar uma sequência lógica às coisas. E ir marcando cada tarefa realizada.
Experimentem, aprimorem de acordo com o jeito de cada um de vocês e verão um dia mais produtivo.

Veja Também:

Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • TOMB RAIDER: A ORIGEM
  • MARIA MADALENA
  • PEDRO COELHO (PRÉ-ESTREIAS)
  • ASSISTA MULHERES - EU, TONYA
  • OS FAROFEIROS
  • O PASSAGEIRO
  • CINECLUBE - O INSULTO
  • PANTERA NEGRA
  • OPERAÇÃO RED SPARROW
  • A MALDIÇÃO DA CASA WINCHESTER
  • A FORMA DA ÁGUA
  • O TOURO FERDINANDO
  • VIVA: A VIDA É UMA FESTA
  • FALA SÉRIO, MÃE!