Publicado em: 13/03/2018 16h57 - Atualizado em 16/03/2018 18h42

Supino de Indaiatuba inicia o ano com ouro no Campeonato Paulista

Equipe ficou com troféu de melhor do Estado e teve 19 medalhas

Anieli Barboni
Divulgação/RIC-PMI Equipe de supino de Indaiatuba com os troféus e medalhas
O ano competitivo começou com o troféu de melhor equipe do Estado para o supino da Secretaria Municipal de Esportes. O time que representa Indaiatuba nas competições nacionais e internacionais conquistou o título do Campeonato Paulista 2018 da IPF (International Powerlifting Federation).
A competição reuniu 130 atletas de São Paulo na Academia Box do Xerife, na Capital, dia 4 de março. Além do título, os 13 atletas de Indaiatuba trouxeram para casa 19 medalhas, sendo 13 de ouro, quatro de prata e duas de bronze; e conquistou três títulos de melhores atletas, com Cristiane Batista na categoria Máster 1 e Equipada;, Cristina Toledo na Máster 2 e Reinaldo Carvalho na Especial.
A técnica e atleta da equipe, Cristina Toledo explicou que o resultado foi uma surpresa, já que a competição antecipou e nem todos os atletas da equipe puderam competir. "Os atletas estão voltando a competir agora, depois do período de férias.
Neste ano o calendário de competições adiantou por causa da Copa do Mundo.Tive baixa de três atletas que não puderam ir neste Paulista, alguns estavam lesionados. No feminino temos marcas boas e isso ajudou a comprometer o resultado geral da equipe. Como a competição aconteceu no início do ano, algumas equipes não conseguiram se organizar para levar mais atletas, mas mesmo assim me surpreendi por termos conseguido tantas medalhas já neste Paulista. Tivemos uma boa surpresa", afirma. "Tenho certeza de que vamos fazer um excelente ano de competições", acrescenta.
Brasileiro
Agora a equipe se prepara para o Campeonato Brasileiro que está marcado para os dias 26 e 27 de maio, em Florianópolis (SC). Cristina adianta que devem ir nesta competição apenas seis atletas dos 16 que integram a equipe. "Não vou conseguir levar um número grande de atletas, infelizmente teremos que ser bem seletivos por ser em outro estado. Além disso, muitos atletas não conseguem ir porque trabalham nos finais de semana", comenta.
Além do Brasileiro, a equipe ainda tem pela frente a Copa São Paulo, em agosto; o Sul-Americano que acontece em julho, no Equador; e o Pan-Americano, nos Estados Unidos, no final do ano. "No Sul-Americano e no Pan irão os atletas que medalharem no Brasileiro. Então, nossa equipe tem chance de ter até seis atletas na Seleção Brasileira. Quem conseguir ficar com o bronze em Florianópolis tem chances de ir porque muitos competidores que conquistam o ouro e a prata não podem ir e a vaga fica para o terceiro colocado", explica. "Também temos o circuito paraolímpico, onde o Evânio Rodrigues e o Reinaldo Carvalho vão participar das etapas regionais e a etapa nacional. O Evânio já está na Seleção Brasileira e deve acompanhar a equipe do país nas competições internacionais. O Reinaldo ainda precisa conseguir a marca para entrar na seleção", afirma Cristina.

OS MEDALHISTAS

Michele Munhol - ouro (52 kg/Open)
Marina Mendes - 2 de ouro (63 kg/Open e Máster 1) 
Jaciara Cruz - prata (72 kg/Open) 
Cristiane Batista - 2 de ouro (84 kg/Open e Máster 1) 
Cristina Toledo - 2 de ouro (84 kg/Open e Máster 2) 
João Pedro de Pádua - 2 de ouro (59 kg/Open e Júnior) 
Guilherme Pandovani - ouro (74 kg/Júnior) 
Gerson Rosa - ouro e prata (105 kg/Open Estreante e Máster 1)
Reinaldo Carvalho - 2 de ouro (105 kg/Open e Especial)
Clemilson Peres - 2 de prata (83 kg/Open e Máster 1) 
Anderson Pauletto - bronze (93 kg/Open e Estreante) 
Francisco Spencer - bronze (83 kg/Open) 
 

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • TOMB RAIDER: A ORIGEM
  • MARIA MADALENA
  • PEDRO COELHO (PRÉ-ESTREIAS)
  • ASSISTA MULHERES - EU, TONYA
  • OS FAROFEIROS
  • O PASSAGEIRO
  • CINECLUBE - O INSULTO
  • PANTERA NEGRA
  • OPERAÇÃO RED SPARROW
  • A MALDIÇÃO DA CASA WINCHESTER
  • A FORMA DA ÁGUA
  • O TOURO FERDINANDO
  • VIVA: A VIDA É UMA FESTA
  • FALA SÉRIO, MÃE!