Publicado em: 18/04/2018 09h18 - Atualizado em 20/04/2018 16h53

Como encarar o fracasso

Qualquer pessoa, mesmo quando portadora da mais alta capacidade, ao exercê-la no mundo fenomênico terá, para cada dez sucessos, dois ou três casos mal sucedidos. Se, no caso de um fracasso, você pensar somente naquilo que não deu certo e fixar a idéia de que é um fracassado, seu complexo de inferioridade só fará crescer.
Mesmo que o fracasso seja um só, se você se lembrar cem vezes ele ficará gravado cem vezes na mente. Assim, a idéia de um único fracasso vai se multiplicando cada vez que é lembrado e reforçará seu complexo de inferioridade. Portanto, se quiser eliminar tal complexo, é melhor parar de contar os fracassos e passar a lembrar-se dos sucessos.
Por outro lado, se você ficar eufórico em todas as ações bem sucedidas e se esquecer dos fracassos, corre o risco de abandonar a análise da realidade. Quem não olha direito por onde anda pode cair do topo da montanha para o abismo. Você precisa compreender que cada fracasso lhe ensina algo para que não volte a cair no mesmo erro.
Encare-o como parte de uma lição que consiste em descobrir a causa do presente fracasso e, por este meio, aprender os segredos para o sucesso futuro. Estudando-se as origens do fracasso e procurando não repetir o mesmo erro, sua causa desaparecerá. E o resultado, ou seja, o próprio fracasso, desaparecerá também. Veja o fracasso como uma "disciplina didática" que o remete ao sucesso futuro.
Extraído do livro A Verdade - Volume 8, de Masaharu Taniguchi
Participe do Domingo da Seicho-No-Ie, um modo feliz de viver!
Mais informações com Ismael Artoni pelo telefone (19) 3875-3006

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • 7 DIAS EM ENTEBBE
  • EXORCISMOS E DEMÔNIOS
  • RAMPAGE: DESTRUIÇÃO TOTAL
  • UM LUGAR SILENCIOSO
  • COM AMOR, SIMON
  • CINECLUBE - A LIVRARIA
  • JOGADOR Nº1
  • NADA A PERDER
  • PEDRO COELHO
  • OS FAROFEIROS
  • O HOMEM DAS CAVERNAS
  • PANTERA NEGRA