Publicado em: 20/04/2018 09h24 - Atualizado em 20/04/2018 17h29

Tem perna curta

Sempre ouvi dizer que a "mentira tem perna curta".
E foi isso que aconteceu com uma mulher que ingressou com uma ação trabalhista afirmando ter sido dispensada sem justa causa pela empresa onde trabalhava. Além disso, ela pediu na ação auxílio-refeição, cesta básica, diferenças salariais e etc. A juíza Paula Araújo Oliveira Levy, da Vara do Trabalho de Leme, entendeu que a funcionária violou seu dever de lealdade ao não dizer que a dispensa ocorreu a seu pedido. A empresa foi absolvida e a ex-funcionária, condenada por litigância de má-fé a pagar 5% sobre o valor da causa. (fonte: site Migalhas)

Veja Também:

Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • 7 DIAS EM ENTEBBE
  • EXORCISMOS E DEMÔNIOS
  • RAMPAGE: DESTRUIÇÃO TOTAL
  • UM LUGAR SILENCIOSO
  • COM AMOR, SIMON
  • CINECLUBE - A LIVRARIA
  • JOGADOR Nº1
  • NADA A PERDER
  • PEDRO COELHO
  • OS FAROFEIROS
  • O HOMEM DAS CAVERNAS
  • PANTERA NEGRA