Publicado em: 24/05/2018 12h08 - Atualizado em 25/05/2018 16h21

Han Solo traz passado de personagem icônico

Filme diverte e revela detalhes aos fãs da saga, mas pouco acrescenta ao cânone de Star Wars

Fábio Alexandre
Assim que anunciou a compra da Lucasfilm, a Disney movimentou o mercado ao anunciar que apostaria em derivados de Star Wars, filmes que "deixariam" a saga original para contar mais sobre o universo criado por George Lucas. Rogue One (2016) foi o primeiro da lista e revela detalhes de uma importante missão que faz ligação com o clássico Uma Nova Esperança (1978).
Elogiado pelo público e pela crítica, a produção se destacou nas bilheterias e abriu espaço para o segundo projeto, que estreia nos Topázio Cinemas. Diferente de seu antecessor, Han Solo: Uma História Star Wars tem uma difícil missão: apresentar o passado de um dos personagens mais queridos da saga, e ao mesmo tempo revelar detalhes que, de alguma maneira, possam acrescentar ao cânone da franquia.
Resumidamente, a trama é a seguinte: em ousadas aventuras no submundo do crime, Han Solo (Alden Ehrenreich) faz amizade com seu futuro copiloto Chewbacca (Joonas Suotamo) e conhece o famoso jogador Lando Calrissian (Donald Glover), em uma jornada que irá definir o curso de um dos heróis mais improváveis da saga Star Wars. Lawrence e Jonathan Kasdan escreveram o roteiro e Ron Howard (Uma Mente Brilhante) dirige, após a saída da dupla Phil Lord e Christopher Miller. Woody Harrelson, Emilia Clarke, Donald Glover, Thandie Newton e Paul Bettany completam o elenco.
Chefona da Lucasfilme, a produtora Kathleen Kennedy resume o que torna Han Solo um personagem tão icônico e amado. "Ele é muito autêntico. É um canalha, um dissidente e há um mistério por trás dele. Bonito, incrivelmente carismático e adorável - essa é uma ótima combinação para um herói de ação de Star Wars", afirma.
Han Solo foi um dos primeiros projetos que George Lucas delineou quando falou sobre seus planos para os derivados, e logo convocou Lawrence Kasdan, roteirista de O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi. "Kasdan conhece Han Solo melhor do que ninguém", diz Kennedy. "Dada a sua longa associação com Star Wars e a profunda compreensão do personagem, não havia ninguém melhor para contar a história e preservar o espírito e o sentimento dos filmes originais".
Desafio
Kasdan aceitou o desafio. "Han sempre foi meu favorito, desde o início. Ele é imprevisível, imprudente, nada brilhante e vai dizer coisas que não vai poder voltar atrás. Não há nada mais atraente para mim do que um maluco que realmente tem um bom coração, mas esconde da melhor maneira possível", brinca.
Ao seu lado, estava o filho Jonathan, também roteirista e apaixonado pela saga, que acompanhou de perto as gravações e a interpretação de Alden Ehrenreich. "Han é confiante e engraçado, mas imprevisível. Por isso, Alden é perfeito para o papel e foi um privilégio vê-lo atuar", comenta. Um aspecto da história que os escritores estavam determinados a explorar é o relacionamento entre Han e Chewbacca.
"Eu amo essa parceria", afirma o veterano Lawrence. "Há coragem, trabalho em equipe, lealdade e uma visão levemente inclinada do mundo. O relacionamento deles fala da melhor forma sobre cada um deles", resume. Com tudo isso, criar uma história que honrasse o legado da saga era importante. "Esta é uma história que sai da narrativa dos velhos tempos", conta Lawrence. "É uma história sobre alguém sendo forjado em perigo, violência e amor. É sobre como uma pessoa é formada".
O diretor Ron Howard comenta o desafio. "Este filme é carregado de energia juvenil. Embora tivesse que ser fiel à estética e à sensibilidade de Star Wars, também queríamos alcançar o público jovem", afirma. "Esta é uma história de rito de passagem, com muitos temas que irão ressoar. É sobre a jornada de um personagem, a maneira como ele é testado pelos desafios únicos que enfrenta e pelas pessoas que conhece, para se tornar o personagem que conhecemos tão bem".
Ao final, Han Solo: Uma História Star Wars é um grande filme de ação, mas que pouco ecoa dentro do cânone da saga. Conhecer detalhes do passado do personagem é legal, mas pouco acrescenta ao que os fãs esperam saber do passado da franquia. Por outro lado, Alden Ehrenreich é uma grata surpresa e entrega uma atuação digna do personagem eternizado por Harrison Ford.
Emilia Clarke Qi'ra, 
uma mulher misteriosa Emilia Clarke Qi'ra, uma mulher misteriosa (Crédito: Divulgação)
Segundo derivado da saga original revela como Han Solo e Chewbacca se conheceram e deram início à parceria consagrada  Segundo derivado da saga original revela como Han Solo e Chewbacca se conheceram e deram início à parceria consagrada (Crédito: Fotos: Divulgação)

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • HAN SOLO: UMA HISTÓRIA STAR WARS
  • ALGUÉM COMO EU
  • PRÉ-ESTREIA - EU SÓ POSSO IMAGINAR
  • DEADPOOL 2
  • CINECLUBE - ARÁBIA
  • VINGADORES: GUERRA INFINITA
  • PAULO, APÓSTOLO DE CRISTO