Publicado em: 03/10/2018 14h39 - Atualizado em 05/10/2018 16h57

Terras de Indaiá III terá cápsula do tempo

Documentário de Alessandro Barros encerra trilogia e discute Indaiatuba de hoje e amanhã

Fábio Alexandre
Fruto de uma parceria entre a C2 Filmes, do diretor Alessandro Barros, com o Topázio Cinemas, a trilogia de documentários intitulada Terras de Indaiá chega ao último capítulo em dezembro, mês em que se comemora o aniversário de Indaiatuba. Para celebrar, uma cápsula do tempo está sendo preparada para ser aberta daqui a 30 anos e incluirá, entre tantos importantes trabalhos e depoimentos, este texto que você está lendo agora.
A trilogia teve início em 2006, com a estreia de Terras de Indaiá I - Indaiatuba como Você Nunca Viu, seguida por Terras de Indaiá II - Terra Querida e Venturosa: A História do Hino de Indaiatuba, lançado em 2010. Oito anos depois, a C2 Filmes encerra a saga com Terras de Indaiá III - Indaiatuba Hoje e Sempre, com roteiro e direção do cineasta indaiatubano Alessandro Barros.
"Diferente dos dois primeiros documentários, onde se contou a história passada e recente de Indaiatuba, esta terceira parte tem como objetivo se tornar um registro histórico da Indaiatuba de hoje e uma projeção da Indaiatuba do futuro, mais especificamente daqui 30 anos", revela Alessandro. "O documentário traz como pano de fundo a cidade em si, e revela seus valores enquanto organismo vivo. Um olhar crítico enquanto seres humanos efêmeros, que passam, mas que através de suas ações transformam a realidade, desta, e das futuras gerações".
Para tanto, o cineasta promete convidar o público a fazer uma reflexão. "O que é pensar o futuro? Mostrar o hoje com os olhos no amanhã. Uma narrativa que aborda os temas mais elementares de uma sociedade que pensa o futuro", destaca. "Com base nessa narrativa, o roteiro tem como ápice a construção física de uma cápsula do tempo, onde serão guardadas fotografias, vídeos, cartas, poemas e mensagens".
Alessandro conta que a participação de todos é importante. "A ideia é ter o maior engajamento possível de toda a sociedade: artistas, formadores de opinião, personalidades, pessoas comuns, que através de seus olhares ajudarão a contar e registrar essa história", analisa. A cerimônia da cápsula será realizada em novembro, em data a ser definida, no novo Parque Ecológico na Barragem do Mirim. A abertura será programada para daqui 30 anos, em 2048. "A cápsula do tempo será o último registro feito pelo documentário, que será exibido na semana de aniversário de Indaiatuba, no Topázio Cinemas", afirma Alessandro.
Locação
Nos dias 28 e 29 de julho, o Polo Shopping Indaiatuba foi uma das locações do documentário Terras de Indaiá III - Indaiatuba Hoje e Sempre. Na ocasião, alguns clientes e parceiros do empreendimento deram seus depoimentos, revelando o que esperando para a cidade em 30 anos. "Ficamos muito contentes em sermos escolhidos para participar de um documentário que trata da história da cidade com tanto cuidado e carinho. Há sete anos o Polo Shopping faz parte dessa história e hoje ajudamos a construir o futuro das pessoas que vivem aqui", destaca Andrea Fernandes, gerente de marketing do empreendimento.
Falando em trilha sonora, no último dia 22 de setembro, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba apresentou um concerto de obras definidas como "clássicos", tanto do universo erudito, quanto do universo popular, com direção artística e regência de Paulo de Paula.
Na ocasião, o repertório contou com um arranjo inédito da música Indaiatuba, Com Amor, composta pela cantora e maestrina Sonia Di Morais, com arranjo de Hanspeter Reimann, suíço que mora atualmente em Indaiatuba. "Que honra, minha canção transformada numa sinfonia pelo incrível arranjador Hanspeter Reimann, executada pela incrível Orquestra Sinfônica de Indaiatuba e conduzida pelo maestro Paulo de Paula", agradeceu. "Alessandro Barros, muito obrigado pelo convite. A vida tem dessas coisas, surpreender com momentos inesquecíveis".
Historiadora Eliana Belo Silva e o fotógrafo e escritor Antonio da Cunha Penna deixaram suas impressões no filme Historiadora Eliana Belo Silva e o fotógrafo e escritor Antonio da Cunha Penna deixaram suas impressões no filme (Crédito: Fotos: Divulgação)
Fotógrafo e escritor Antonio da Cunha Penna, figura marcante da cidade, também está na produção Fotógrafo e escritor Antonio da Cunha Penna, figura marcante da cidade, também está na produção (Crédito: Divulgação)

Veja Também:

Comentar


Mais lidas
Vídeos
Filmes em cartaz
  • VENOM
  • PÉPEQUENO
  • UM PEQUENO FAVOR
  • O QUE DE VERDADE IMPORTA
  • CORAÇÃO DE COWBOY
  • BUSCANDO...
  • O MISTÉRIO DO RELÓGIO NA PAREDE
  • CINECLUBE - A FESTA
  • O PREDADOR
  • A FREIRA
  • OS JOVENS TITÃS EM AÇÃO! NOS CINEMAS