Programa Morar Melhor: prefeitura dará início a reformas de 200 casas em Cajazeiras

Em Jaguaripe I, no bairro de Cajazeiras, 200 casas serão reformadas pela Prefeitura municipal de Salvador, através do programa Morar Melhor, criado em 2015, que já beneficiou 30 mil residências na capital baiana. Na manhã desta segunda-feira (28), o prefeito ACM Neto assinou a ordem de serviço que autorizou o início das obras na localidade. Até o final do ano, a meta é entregar mais 10 mil casas reformadas.

Uma delas é a casa de Karlay Santana, 37 anos, que era ajudante de cozinha e ficou desempregada durante a pandemia do novo coronavírus. Ela dependia do bolsa família e está inscrita no auxílio emergencial do governo federal. A equipe de prefeitura proverá um novo telhado, nova porta e janelas, assim como uma pintura para seu imóvel. “O telhado de minha casa está praticamente desabando, e eu sem condições de poder trocar, então para mim foi uma glória. Eu tava vendo a hora de cair em cima de minha cabeça”, relatou Santana. Karlay Santana terá a casa reformada pelo Programa Morar Melhor. Crédito: Marcela Villar/CORREIO O objetivo do programa é beneficiar pessoas de baixa renda, que tenham renda per capita inferior a R$ 85. As melhorias indicadas pelos próprios moradores, como reboco e pintura, recuperação ou troca de telhado, troca de esquadrias (portas e janelas) e instalações sanitárias. As intervenções nas residências visam requalificar essas unidades, recuperar componentes estéticos e dar um maior conforto aos moradores, para viverem com mais dignidade.

“Existem questões que, para alguns, podem parecer básicas, essenciais, mas para outros acabam se tornando uma grande conquista. Sabemos que essa é uma cidade bastante desigual ainda, pessoas que sonham muito em melhorar a condição de suas casas. Mesmo trabalhando, não conseguem fazer sobrar, no fim do mês, um dinheiro pra comprar uma telha, etc. Foi nesse contexto que fizemos o programa do Morar Melhor. Não há interferência política, o objetivo é chegar nas áreas de maior pobreza”, declarou ACM Neto.  Neto também ampliou o valor da reforma por casa. Antes, o limite para custear as obras era de R$ 5 mil, agora é de R$ 7 mil. O investimento total pelo município nesta terceira fase é de R$ 1,4 milhão. Os preços foram reajustados por causa do aumento do preço de insumos e dos materiais de construção desde o início da pandemia, em março deste ano. “Como eu não queria deixar as famílias defasadas, agora a família podem escolher obras que totalizem 7 mil reais”, declarou o prefeito ACM Neto em cerimônia em Cajazeiras.
O programa de habitação municipal, coordenado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), também possibilita a melhoria das condições sanitárias, a partir da construção de banheiros por exemplo, promovendo maior salubridade às edificações. Os critérios adotados pelas equipes técnicas da Seinfra para a seleção dos imóveis são a precariedade dos bairros, baseado em dados do IBGE 2010; maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; maior predominância de pessoas abaixo da linha de pobreza, com renda per capita inferior a R$ 85; maior predominância de mulheres chefe de família; maior densidade habitacional e precariedade habitacional obtida pela observação de campo.
Em agosto de 2017, o Morar Melhor foi premiado com o Selo de Mérito Especial em reconhecimento ao sucesso e bom desempenho do programa. A solenidade aconteceu no 64º Fórum Nacional de Habitação e Interesse Social, em São Paulo. O selo de Mérito Especial é promovido pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano a projetos que apresentam resultados de boas práticas em habitação.

Fonte: Correio24horas