“Estou preocupado em salvar vidas”, diz prefeito de Manaus sobre lockdown

Diante do aumento no número de casos de Covid-19 e, ao mesmo tempo, na demanda por sepultamentos, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, propôs ao governador do Amazonas, Wilson Lima, decretar lockdown na capital, por um período mínimo de duas semanas. A declaração foi dada nesta segunda-feira (28/9) como alternativa para conter o avanço do novo coronavírus e uma possível segunda onda de casos.Segundo Virgílio, o município não detém força policial para fazer valer as medidas e, por isso, sugeriu uma parceria com o governo do Estado. “Propus ao governador que façamos juntos. Pode parecer desagradável, mas estou preocupado em salvar vidas. Sou a favor do lockdownpor entender que isso pode, realmente, acabar de vez com essa ameaça de segunda onda, que seria catastrófica”, defendeu.Leia mais em Portal Manaus Alerta, parceiro do Metrópoles.

Fonte: Metropoles