Agência americana deseja automatizar seus recursos financeiros, incluindo transações em bitcoin

A agência visa digitizar as funções existentes e acrescentar um sistema centralizado de contabilidade para automatizar o fluxo de trabalho relacionado a transações financeiras (Imagem: Twitter/ICE)
O departamento de tecnologia da Agência de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE, na sigla em inglês) publicou um pedido por informações (RFI) para um software que a agência poderia usar para reforçar suas capacidades de gestão de autoria financeira — incluindo interações e utilização de bitcoin por seus funcionários.
A agência busca desenvolver um complemento de gestão financeira a uma parte existente de aplicações de código aberto, segundo o pedido.
A expectativa é digitizar as funções existentes e acrescentar um sistema centralizado de contabilidade para automatizar o fluxo de trabalho relacionado a transações financeiras.
ICE detalhou inúmeros exemplos de cenários que deseja abordar. Dentre essas, está um pedido de caso de uso de criptoativos de um software que rastreie transferências, aquisições e gastos em bitcoin.
Segundo o pedido por informações:

CRIPTOMOEDAS
– O funcionário A transfere 0,03790587 BTC de criptoativos detidos em sua carteira de hardware F para uma carteira de software G. O valor justo de mercado foi uma taxa de câmbio de US$ 8.531,08.  A transferência resultou em uma taxa de mineração de 0,00021801 BTC.
– O funcionário B adquiriu 0,01487506 BTC pela Corretora de Criptomoedas E (a uma taxa de câmbio de US$ 6.521,65) com uma taxa-base de US$ 2,99. O funcionário A transferiu, de sua carteira, a quantia total adquirida na Corretora E para uma carteira F. A transferência resultou em uma taxa de mineração de 0,00001409 BTC.
– 0.0191111 BTC foram gastos na carteira, resultando em uma taxa de mineração de 0,00043663 BTC. A taxa de câmbio na data de aquisição foi de  US$ 13.211,39. O restante, 0,01777286, BTC foi transferido de volta para a carteira de software G, resultando em uma taxa de mineração de 0,00036727 BTC.
Empresas podem enviar soluções e feedback adequados às perguntas da agência até o dia 9 de novembro. Poderão ser selecionadas para consultorias individuais com base em suas respostas.

 

Fonte: MoneyTimes