Família Pôncio aceita fazer reality show: ‘Fazer do limão uma limonada’

A família Pôncio aceitou fazer um reality show mostrando a vida dos seus integrantes. De acordo com Sarah, a experiência de gravar o programa NaSala fez com que se acostumasse e até passasse a gostar da ideia de ter uma equipe de TV registrando a rotina em casa.

Ela contou que sempre viu a exposição de sua vida como algo com mais pontos negativos. “Sempre fui muito reservada e me incomodava um pouco essa história de expor minha vida pessoal na televisão. A experiência que eu tive com essa exposição da minha vida pessoal foi totalmente negativa e invasiva. Gosto de preservar minha intimidade. E me assustou um pouco essa ideia de ter câmeras 24 horas mostrando a minha vida no dia a dia. Acho que é uma invasão total”, disse à revista Quem.
Agora, depois do talk show em que foi dirigida por Marlene Mattos, ela conta que a ideia de um reality show ao modo do que lançou as Kardashians para o sucesso parece interessante.
“Depois dessa experiência com o programa, com esses profissionais tão competentes aqui dentro de casa, acho que dá, sim, para fazer um projeto bacana. Quero usar a mesma equipe. São pessoas que me conhecem e já sabem como é meu dia a dia dentro de casa. Isso poupa um pouco a exposição das crianças, porque penso muito nelas”, diz.

O NaSala foi idealizado pelo assessor de imprensa Thiago Marques, da Bkacl Comunicação, e dirigido também por Monik Macedo.
A vida de Sarah foi completamente exposta depois que a ex-cunhada, Letícia Almeida, engravidou do marido da influencer, Jonathan Couto. Letícia é mãe de Madalena, enteada de Sarah. Na época, o caso gerou inúmeras notícias e desde então a família vive nos holofotes.
“Eu olhava com olhos negativos, porque só vivi o lado negativo da exposição. Agora quero fazer do limão uma limonada. Acho que o reality show pode ser uma porta para mostrar o lado positivo da minha família, da melhor forma. Nós temos muitas coisas bacanas para mostrar”, acredita.

 

Fonte: Correio24horas