Diretores do Fed dizem que falta de estímulos do governo pode ameaçar recuperação econômica dos EUA

SÃO PAULO – Diretores do Federal Reserve (como é chamado o Banco Central dos Estados Unidos) temem que a falta de um estímulo fiscal adicional possa prejudicar a recuperação da economia americana, segundo mostrou a ata da última reunião do Fomc, divulgada nesta quarta-feira (7).Em sua última reunião, em 15 e 16 de setembro, os integrantes do BC americano discutiram bastante sobre as perspectivas econômicas em meio a pandemia do coronavírus, já que os membros do Fomc disseram que a economia estava indo melhor do que o esperado em boa parte por causa da ajuda fiscal fornecida pelo governo.Esse apoio está em risco, pois as negociações entre a Casa Branca e os democratas no Congresso foram interrompidas e podem não ser retomadas antes das eleições de novembro, conforme decisão do presidente Donald Trump nesta semana.

“Muitos participantes observaram que suas perspectivas econômicas pressupunham apoio fiscal adicional e que, se o apoio fiscal futuro fosse significativamente menor ou chegasse bem mais tarde do que o esperado, o ritmo da recuperação poderia ser mais lento do que o previsto”, diz a ata.Segundo os integrantes do Fed, pequenos negócios e agricultores estavam sendo estimulados pelos pacotes do governo em meio a uma economia que havia recuperado mais empregos do que o esperado até agosto.Como tal, “a ausência de mais apoio fiscal exacerba as dificuldades econômicas nas comunidades de minorias e de baixa renda”, afirma o documento.

Fonte: InfoMoney