Google lança Web Stories, novo formato de publicações no Android e iOS

O Google lançou na terça-feira (6) um novo formato de publicação de páginas web. Chamado de Google Web Stories, a novidade lembra (e muito) o formato adotado pelo Snapchat, Instagram, Facebook e muitas outras plataformas. O formato de vídeos curtos visa trazer mais interatividade para as informações.Veja também: Nova logo do Gmail reflete novo posicionamento de marca do GoogleG Suite agora se chama Google Workspaces e quer atrair empresasGoogle cria equipe para encontrar bugs em apps de Covid-19 no Android

O Web Stories é uma evolução do modelo AMP (Accelerated Mobile Pages) adotado em 2018. O lançamento do AMP foi pensado para tornar mais rápido o carregamento de páginas e tinha o foco em conteúdo multimídia. Já os Web Stories começaram a chegar em maio deste ano. A novidade, dessa vez, é que eles estão disponíveis para Android e iOS.

Em dispositivos móveis e na web, os Web Stories funcionarão de uma forma bastante popular. O usuário poderá visualizar o conteúdo de forma direta, sem intervir, na sua tela. Mas também poderá tocar nos dois cantos da tela para avançar ou retroceder alguma publicação. Também é possível tocar na tela e manter o dedo para ‘pausar’ a reprodução e conseguir ler o conteúdo (ou fazer uma captura de tela sem os ícones, por exemplo).Google Web Stories funcionam como os Stories do Instagram, mas concentrados para notícias destacadas no buscador. Imagem: Google/Reprodução

As publicações aparecerão no Google Discover, que normalmente vem integrado em dispositivos Android. Assim, basta rolar a tela inicial para a direita ou abrir o aplicativo do Google. Na aba ‘Discover’, o usuário encontra as sugestões de notícias, vídeos e, agora, dos Stories. No iPhone, a novidade aparece no próprio aplicativo do Google.Fácil de implementarCom os Web Stories, os sites e veículos poderão usar ferramentas como o MakeStories e NewsroomAI para implementar a novidade. Também existe um plug-in para WordPress que adianta o processo. No caso, o recurso não está disponível para usuários regulares publicarem seu cotidiano, mas traz um foco na comunicação rápida que é permitida pelo formato.Nos smartphones, o usuário consegue assistir aos Stories em tela cheia. Em computadores, também é possível expandir o conteúdo para toda a tela. Mas, claro, isso depende primeiramente de quem fez a publicação.Na última semana, o Google também lançou uma novidade concentrada no jornalismo. A empresa vai investir, em um período de três anos, US$ 1 bilhão no ‘Google Destaques’. A iniciativa visa pagar pelo ‘paywall’ (bloqueio para assinantes) em sites e veículos, destacando o conteúdo relevante e de interesse público.Via: TechCrunch

 

Fonte: OlharDigital