Casal paga R$ 39 mil por filhote de gato e recebe tigre em casa

Um casal francês realizou uma compra inusitada pela internet após se deparar com um anúncio. Os dois pagaram 6 mil euros (equivalente a R$ 39 mil) por um filhote de gato, mas recebeu na própria casa um filhote de tigre-de-sumatra.Moradores de Le Havre, na França, eles pagaram o valor diretamente ao vendedor. Nos dias seguintes, enquanto esperavam por um gato exótico, foram surpreendidos com a chegada do tigre filhote.gatoUm casal francês só queria um gato exóticoFoto: Manja Vitolic/Unsplash10 curiosidades incríveis sobre o gato-de-bengalaMas recebeu um filhote de tigreReprodução/Unsplash: Claudio SchwarzTigre de SumatraUm tigre-de-sumatra, nativo da IndonésiaGetty ImagesgatosQuem mais ama gatinhos?Foto: Reprodução/João Bidu/ShutterstockA-Máfia-dos-Tigres-MinissérieComo ter um tigre em casa? Quem nunca pensou em ter um tigre em casa, né? O desejo é comum e, como citado em A Máfia dos Tigres, dá sensação de poder ao dono do felino tão grande e robusto. O lado natureza do documentário, porém, mostra que nem tudo são flores: os gastos com comida principalmente ultrapassam a casa dos milhares. Além do espaço que um felino selvagem precisa ter. Se seu plano é ter um tigre, este documentário te fará repensardivulgação0Mais sobre o assuntoMundoMãe é presa após dar quatro tipos de drogas para bebê de 11 mesesBrittany Kuter possui históricos criminais desde 2013 e já foi presa 15 vezesMundoVídeo. Apanhador de cobras é picado no rosto por píton durante liveNa ocasião, Tony explicava por que as pessoas não devem manusear serpentesO casal, segundo o site Aventuras na História, identificou que havia algo errado com o animal — o tamanho dele e as manchas nos pelos. Portanto, logo chamou a polícia.As autoridades deram início a uma investigação baseada em tráfico de animais e prenderam nove suspeitos, incluindo a pessoa — ou melhor, outro casal — que fez a venda. Os nomes dos suspeitos e das vítimas não foram revelados. O animal é nativo da Indonésia, de onde foi capturado.

Fonte: Metropoles