Google Maps exibirá locais com aglomeração em tempo real

O Google anunciou um novo recurso para o Maps que promete ser útil durante a pandemia: o serviço mostrará, em tempo real, o nível de movimento de estabelecimentos comerciais e locais públicos. A função estará disponível na Home do app e também na versão web do serviço.O Google Maps já possuía ferramentas que exibiam o nível de movimento e horários de pico, mas a nova interface promete facilitar o acesso às informações. A lotação dos estabelecimentos aparecerá diretamente no mapa, com um círculo vermelho que aumenta de acordo com o número de pessoas estimado no local. As informações também serão mostradas no recurso Live View, que utiliza realidade aumentada.O nível de movimento será exibido no mapa e também no Live View, em realidade aumentadaFonte:  Google O Google resolveu lançar a novidade após um crescimento nas buscas pelos horários de pico em estabelecimentos comerciais. De acordo com a empresa, o engajamento com a função subiu em 50% durante os meses de março e maio, época em que a pandemia do coronavírus começou a crescer de maneira exponencial.Cobertura abrangenteA nova função será liberada globalmente e promete chegar com uma grande cobertura. Segundo a companhia, a ferramenta cobrirá um número de locais cinco vezes maior que em junho de 2020.Além de estabelecimentos comerciais, o Google Maps exibirá as informações de movimentação de mais áreas públicas, incluindo parques e praias. Ao definir um local pela ferramenta de rotas, o usuário também receberá um alerta mostrando o nível de pessoas no destino final.As páginas de estabelecimentos comerciais trarão mais detalhes sobre o funcionamento durante a pandemiaFonte:  Google A atualização do Google Maps também conta com uma aba extra trazendo detalhes sobre o funcionamento de negócios durante a pandemia. Ao abrir a página de um estabelecimento, o usuário encontrará informações como medidas de segurança e horários do local.As novidades anunciadas pelo Google chegarão em breve ao Maps no Android, iOS e também na versão para computadores.

Fonte: Tecmundo