TSE e WhatsApp lançam pacote de figurinhas sobre eleições municipais

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o WhatsApp lançam nesta sexta-feira (16) um pacote de figurinhas sobre as eleições municipais de 2020. A ação incentiva o engajamento no processo eleitoral e o combate às fake news por meio de ilustrações e mensagens sobre voto consciente.Veja também: TSE vai testar sistema de voto online pelo celular ou computadorFacebook, WhatsApp e TSE combaterão fake news nas Eleições 2020TSE quer propostas para viabilizar um sistema de votação onlineTSE aprova direito de resposta para fake news

O pacote “Eleições 2020” inclui 23 figurinhas que fornecem orientações sobre data e horário de votação, alertam para condutas proibidas, como boca de urna, e reforçam medidas sanitárias para votar com segurança por conta da pandemia de Covid-19.

Boa parte das ilustrações tenta desestimular a circulação de notícias falsas nos grupos de WhatsApp. Chama atenção a criatividade: um dinossauro alertando que certa notícia é “mais velha que ele”, por exemplo, pode ser útil para cortar o clima ruim quando alguém compartilha desinformação. Pacote de figurinhas do TSE inclui orientações sobre voto e um dinossauro que detesta fake news. Imagem: Reprodução/Sticker.lyA iniciativa faz parte de uma parceria inédita entre o TSE e o WhatsApp para incentivar a circulação de informações oficiais, verídicas e checadas sobre o processo eleitoral.

Para contribuir com esse objetivo, foi desenvolvido o recurso “Tira-dúvidas no WhatsApp”. Trata-se de um chatbot que facilita o acesso a informações relevantes, que vão desde data, horário e local de votação até a checagem de notícias falsas sobre as eleições.Para conversar com o chatbot, basta adicionar o telefone +55 61 9637-1078 à lista de contatos ou acessar este link.Proibição de disparos em massaAlém do chatbot, foi criado um canal específico para que o TSE colete denúncias sobre contas suspeitas de realizar disparos em massa, uma conduta proibida pela lei eleitoral e pelos Termos de Serviço do aplicativo de mensagens.Ao receber uma denúncia, o WhatsApp vai conduzir uma apuração interna para verificar se as contas indicadas realmente violaram as políticas do aplicativo, e, se for o caso, vai bani-las da plataforma.Também foram oferecidos cursos online de capacitação para os servidores de todos os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) do país. O objetivo é que eles conheçam as medidas adotadas pelo aplicativo para combater a desinformação, além de dar orientações sobre como devem agir em processos eleitorais envolvendo os serviços.O WhatsApp integra o Programa de Enfrentamento à Desinformação, com foco nas eleições municipais de 2020, desde outubro do ano passado. O pacote completo de figurinhas está disponível no aplicativo Sticker.ly.

 

Fonte: OlharDigital