Claro planeja levar o 5G DSS para mais 12 cidades até o fim do ano

A próxima semana deve ser significativa para a melhoria da conexão em alguns locais do Brasil. Isso porque, de acordo com Paulo Cesar Teixeira, CEO da unidade de consumo e PME da Claro, a companhia planeja anunciar a expansão de sua rede 5G DSS para mais cidades. Com a nova implementação, o objetivo da operadora é de encerrar o ano de 2020 com 12 novos pontos de cobertura – mesmo que seja apenas algum bairro dessas localidades.Veja também: Americanet quer levar 5G ao interior de São PauloMoto G 5G Plus chega ao BrasilMoto G 5G Plus chega ao Brasil a partir de R$ 2.999iPhone 12 fica atrás do Galaxy S20 em teste de bateria com 5G ligadoiPhones 12 terão modem 5G da QualcommReino Unido inaugura laboratório de testes para carros autônomos habilitados com 5GiPhone 12 e 12 Pro: ‘não compre só pelo 5G’, dizem primeiros reviews

No entanto, vale lembrar que o modelo oferecido pela Claro não é exatamente o 5G que já pode ser encontrado em alguns países, como os Estados Unidos. A diferença está exatamente na sigla “DSS”; o que Dynamic Spectrum Sharing (Compartilhamento Dinâmico de Espectro, em tradução livre) faz é redistribuir os espectros já existentes e usados na rede 4G, alterando entre diferentes frequências de acordo com a demanda. Com isso, a técnica permite oferecer uma conexão mais rápida para usuários que já possuem aparelhos compatíveis com redes 5G.

Conexão deve chegar a mais 12 cidades brasileiras. Foto: Lisic/ ShutterstockTeixeira também usou a revelação para falar que o 5G DSS atualmente é uma tecnologia viável, já que oferece conexão mais rápida que o 4G convencional e funciona como um tipo de preparação para o leilão das frequências do 5G definitivo, que deve ser realizado pela Anatel em 2021. Vale lembrar que, por enquanto, a operadora implementou a tecnologia em bairros de São Paulo e Rio de Janeiro.Com a expansão da tecnologia, é normal que mais aparelhos com suporte comecem a aparecer. Na época do lançamento do 5G DSS, em julho, apenas o Motorola Edge estava disponível para os consumidores. Agora, no entanto, a empresa lançou o Moto G 5G Plus, um intermediário que fornece acesso à conexão.

“Por serem usados no mundo todo, os aparelhos 5G que forem lançados funcionam já com 5G DSS. E novos estão chegando. Vamos ter o novo iPhone compatível e conseguimos o compromisso da Samsung de lançar, no começo de 2021, um aparelho mid-range. Todos eles são 5G DSS e capacitados para se conectar ao 5G na banda C, quando esta for habilitada”, finaliza o executivo.Via: Telesíntese

 

Fonte: OlharDigital