Lucro da Mastercard fica abaixo de estimativas

A Mastercard reportou queda de 36% no volume internacional em moedas locais no trimestre. O volume bruto em dólares aumentou 1%, para 1,6 trilhão de dólares (Imagem: Reuters/Thomas White)
A Mastercard divulgou nesta quarta-feira lucro trimestral abaixo das estimativas de analistas, uma vez que a pandemia de Covid-19 levou a uma desaceleração nas viagens globais e gastos relacionados.
A pandemia forçou as empresas a demitir milhões de funcionários, prejudicando seu poder de compra, e o impacto nas viagens aéreas também afetou o volume de transações com cartões internacionais.
A Mastercard reportou queda de 36% no volume internacional em moedas locais no trimestre. O volume bruto em dólares aumentou 1%, para 1,6 trilhão de dólares.
Os volumes internacionais da processadora de pagamentos continuaram caindo desde o final do trimestre, com todas as três primeiras semanas de outubro registrando quedas de mais de 30%, de acordo com uma apresentação a investidores.
“Estamos vendo um progresso encorajador na trajetória dos gastos domésticos, enquanto os gastos com viagens continuam sendo um desafio”, disse o presidente-executivo Ajay Banga em comunicado.

As despesas operacionais totais da Mastercard caíram 4% para 1,7 bilhão de dólares no trimestre.
O lucro líquido caiu 28% para 1,5 bilhão de dólares, ou 1,51 dólar por ação, no terceiro trimestre. Excluindo itens, o lucro foi de 1,60 dólar por ação, ficando abaixo das estimativas de 1,66 dólar, de acordo com dados IBES da Refinitiv.

 

Fonte: MoneyTimes