Ibovespa reage e fecha em alta com ajuda de Wall St e noticiário corporativo

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,38%, a 96.682,70 pontos (Imagem; Reuters/Paulo Whitaker)
O Ibovespa (IBOV) fechou em alta de mais de 1% nesta quinta-feira, acompanhando a recuperação de Wall Street e com uma bateria de resultados e perspectivas corporativas sob os holofotes, enquanto agentes financeiros seguem monitorando o avanço de casos de Covid-19 nos EUA e na Europa.
Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,38%, a 96.682,70 pontos, de acordo com dados preliminares, encerrando uma série de quatro pregões fechando no vermelho. O volume financeiro somava 31,4 bilhões de reais.
A trégua nas perdas veio após o Ibovespa registrar a maior queda percentual diária na véspera (-4,25%) e cair para 93.386,55 pontos no pior momento desta quinta-feira, quando chegou a reverter os ganhos acumulados em outubro. Com a reação, mostra agora alta de cerca de 2% no mês.

 

Fonte: MoneyTimes