17.7 C
Munique

10825 Locacao De Imoveis Sofre Queda De 10

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Cidade › Locação de imóveis sofre queda de 10%  
Locação de imóveis sofre queda de 10%



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Publicado em 25/02/2015 às 11h28Da Redação – [email protected]
Crise econômica e alto valor dos imóveis são as maiores causas
Eduardo Turati

*

Adriana Brumer Lourencini

[email protected]



A procura por locação de imóveis residenciais apresentou queda de 10% no início deste ano. Entre as causas, estão o alto preço cobrado pelos proprietários e a crise atual na economia brasileira.



Para o corretor Marcos Vasconcelos, a procura por imóveis residenciais teve queda de aproximadamente 10%. “Um dos maiores responsáveis é o alto valor praticado na cidade. Isso faz com que o preço do aluguel fique acima do que os locatários podem pagar, ou até mesmo do real valor do imóvel”, salienta.



Marcos comenta ainda sobre a atual crise: “As pessoas estão sem dinheiro e o que vemos são imóveis para locação em preço crescente. O proprietário que não estiver disposto a rever o valor do aluguel acaba ficando com a casa fechada por um bom tempo”.



Quando falamos em aluguel de apartamento, a situação se complica ainda mais, pois há a prestação de condomínio, que varia de acordo com o padrão do edifício, número de apartamentos, síndico etc. “O valor do condomínio varia entre R$ 200 e R$ 450 aproximadamente. Um apartamento de dois dormitórios, por exemplo, não sai por menos de R$ 1.100, somando-se aluguel, IPTU e condomínio”, conta Marcos. “Os proprietários de apartamentos têm reduzido o valor do aluguel por causa do condomínio. Aqui, se aplica o mesmo em relação às casas – quem não cede, fica com o imóvel vazio.”



O coordenador de projetos, Lucas Vieira, mora em uma casa alugada, no Bairro Cidade Nova, há cerca de dois anos; ele trabalha em outra cidade, e escolheu Indaiatuba por causa da qualidade de vida. Entretanto, Lucas considera muito alto o valor dos imóveis no município: “Eu imagino que os preços elevados sejam por conta da grande procura de pessoas de outras cidades, mas a oferta de emprego de qualidade em Indaiatuba não acompanhou a demanda. Aí tudo subiu de preço, inclusive os valores de aluguel”. Lucas aponta ainda que existem imóveis de qualidade inferior ao que ele mora, com preços mais altos.



Lado positivo



A empresária do setor imobiliário, Sophia Steffen aponta que a grande demanda por imóveis em Indaiatuba se deve à vinda de diversas empresas para a cidade. A ampliação do aeroporto de Viracopos também atrai novos negócios e pessoas, inflacionando o mercado imobiliário. “Além disso, há os diversos empreendimentos imobiliários lançados simultaneamente pelas construtoras, favorecendo as pessoas na conquista do imóvel próprio”, lembra Sophia. Ela cita também o lançamento do conjunto habitacional Campo Bonito, realizado pela Prefeitura no ano passado. “Cerca de três mil famílias irão sair do aluguel. Isso, a longo prazo, deve reduzir o valor das locações de residências, já que haverá maior oferta”, finaliza a empresária.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo