22.2 C
Munich

10549 Silvia Em Revista 1o De Novembro De 2014

Must read



Home › Notícias › Silvia em Revista › Sílvia em Revista – 1º de novembro de 2014  
Sílvia em Revista – 1º de novembro de 2014



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Publicado em 08/12/2014 às 11h18Silvia Bolívar – [email protected]
Sílvia Bolívar

[email protected]



Eleições em Indaiatuba

No primeiro turno Indaiatuba teve os seguintes resultados para a eleição presidencial:

Aécio – 44,3%

Marina – 25,6%

Dilma – 24,5%

No segundo turno ficou assim:

Aécio – 66,8%

Dilma – 33,1%

Isso dá margem para muitas conclusões. A mais gritante é que muitos eleitores de Marina Silva acabaram migrando para Aécio Neves. Entretanto, alguns deles foram para Dilma Rousseff.

No primeiro turno 69,9% não queriam Dilma. Esse percentual cai um pouco no segundo turno, 66,8%, ou seja, Dilma teve cerca de 3% a mais entre uma eleição e outra. Muito pouco.



Terrorismo eleitoral

Na manhã de domingo o boato é de que o doleiro Alberto Youssef havia morrido. E mais, de que tinha sido envenenado. Boatos que se espalharam rapidamente pelas redes sociais. A Polícia Federal até soltou nota desmentindo o caso dizendo que o doleiro continuava num hospital para onde havia sido transferido no sábado por problemas cardíacos (ele já teve outros episódios semelhantes).



Beleza

Rosana e Luiz Carlos Rodrigues no casamento do filho Diego com Daiana. Todos estavam lindos e a festa foi maravilhosa. Parabéns.



Maldade

Durante a campanha de Dilma e Lula não tiveram qualquer escrúpulo para falar que Aécio era um playboy, espancador de mulher, bêbado e até drogado.

Já os tucanos não resolveram devolver na mesma moeda pessoal. Mas jornalistas tucanos, como Augusto Nunes, no Roda Viva de domingo, insinuaram que a presidente teria amizade íntima com uma ministra. Ainda bem que o terrorismo eleitoral não chegou a tanto.



Tristeza

Aécio chorou quando soube do resultado inicial. Sabia que as urnas do Sul, Sudeste e Centro-Oeste já estavam quase totalizadas e faltava ainda um grande percentual a ser computado no Norte e Nordeste. Ou seja, soube imediatamente que havia perdido. Todos choraram na casa onde Aécio estava.



Bola pra frente

Dilma sabe que metade (ou até mais, se forem somados os votos nulos) do Brasil não votou nela. A vitória de 3 pontos percentuais sobre Aécio é a mais apertada numa eleição presidencial.

Sabedora disso, a presidente já sinalizou que vai dialogar.

O Brasil precisa crescer. O PIB está abaixo do praticado por países vizinhos. Até a Bolívia cresce mais que a gente.

Para poder manter os programas sociais, vai ter que ter dinheiro e isso só virá com o crescimento econômico do Brasil. Ou seja, se não crescermos, até o Bolsa Família corre risco.


Do bem

Muito legal a disposição de voluntários da Upar em fazer a limpeza do abrigo. A mais recente aconteceu no domingo. O pessoal foi votar e depois foi para lá, botou a roupa “de trabalho” e limpou tudo. O mutirão contou até com um lança chamas usado para eliminar carrapatos das paredes do abrigo.



Presidente 2018

Será que Lula vem aí? É um ídolo incontestável, mesmo tendo feito feio papel nesta eleição, falando coisas que não ficam bem para um ex-presidente falar. Mas ele é ídolo da nação. Se realmente quiser ser presidente em 2018 é um adversário de peso para qualquer adversário.

Acho que Aécio Neves é o nome ideal da oposição para concorrer em 2018. O PSDB insiste em Alckmim, mas ele pode ter um telhado de vidro muito grave: a crise hídrica em São Paulo. Está certo que passamos por uma estiagem inédita, mas o governo paulista há muitos anos sabia que teria que fazer novos reservatórios. Além disso, deveria ter acatado conselhos e começar uma forma branda de racionamento, mesmo durante a campanha eleitoral.

Enfim, o futuro a Deus pertence. Vamos ver no que vai dar.



Crise da água

São Pedro deve estar bravo com o Sudeste, principalmente São Paulo. Desde 2013 vivemos uma estiagem jamais vista aqui. Não choveu nem no verão de 2013/14, o que é um fato inédito. Todo mundo sabe que as chuvas de verão são aquelas que provocam estragos e enchentes. Mas isso não aconteceu. Aliás, há três anos a quantidade de chuva não tem sido boa para refazer o lençol freático.

Com a crise, muita gente passou a economizar água e rever hábitos, como a de deixar a torneira aberta enquanto se lava a louça ou escova os dentes. Também passamos a usar a água da máquina de lavar para limpar o quintal, principalmente os que têm cães e gatos.

Essa revisão de hábitos também aconteceu na época do racionamento de energia, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Forçados, passamos a economizar energia e esse novo hábito acabou permanecendo por muito tempo (embora agora estejamos voltando a gastar mais do que deveríamos). Com a água talvez seja assim. Passaremos a ter nova noção de poupança. Afinal, é a água do planeta que está indo embora.



Desmatamento

e falta d’água

Novo estudo da NASA confirma que o intenso desmatamento – em 1 ano cresceu 220%- na Amazônia tem a ver com a severa estiagem no Sudeste. A matança das florestas no Pará e Mato Grosso interfere no canal de umidade que se forma entre a costa do Sudeste e a Amazônia. Ou seja, o desmatamento hoje terá reflexos perversos no futuro.



Desmatamento aqui

Denúncias chegam à coluna. Um terreno na Estrada do Fogueteiro vai virar loteamento e para isso foram derrubadas várias árvores frutíferas, nativas e até palmeiras.

Perto do Lar São Francisco também teve matança de árvores. Um conhecido empresário vai fazer um empreendimento nos arredores. Lamentável.



Maioridade penal

O Uruguai também foi às urnas. O candidato do singular Pepe Mujica está à frente e vai para o segundo turno como o favorito.

Os uruguaios também responderam a um plebiscito que perguntava se a maioridade penal deveria cair dos 18 para os 16 anos. A resposta foi não.

Essa era uma das bandeiras do candidato Aécio Neves. Dilma já tinha dito que sua proposta era manter a maioridade nos 18 anos.



Falso sequestro

Que pena ainda ter gente que caia nesse golpe. Em minha casa recebo telefonemas dizendo que minha filha está acidentada, ou que está sequestrada ou outras formas de atemorização. Eu resolvo dar corda. E pergunto “é a Glorinha” e uma voz chorosa responde “sou eu, mãe, a Glorinha”. Não tenho nenhuma filha chamada Glorinha. Quer dizer, qualquer nome que eu dissesse seria usado pelos golpistas para “confirmar” a situação aflitiva que minha hipotética filha estaria passando.

Talvez seja fácil falar em sangue frio. Muita gente fica apavorada e até acha que a voz do outro lado do telefone é a filha ou o filho.

Quando receber um telefonema desses use esse artifício, pergunte “que filho, o fulano?” e invente um nome. Assim você saberá que a ligação é um golpe. Não tenha medo.



Contra SP?

O leitor Luiz G.F. indaga se as retaliações a São Paulo vão continuar com o novo governo Dilma. Acho que não. Ela pode ser turrona, mas não é boba. São Paulo é a motriz do Brasil. Não pode ser ignorado e muito menos retaliado.



CARTAS



Denúncia infundada

Cara Silvia Bolívar, estamos enfrentando uma grave crise de falta de água. Sabemos que a humanidade tem uma parcela de culpa, mas se formos falar sobre isso levaríamos horas. Nós aqui em casa sempre fizemos uso consciente da água, bem antes de se falar em crise. Usar água da máquina para lavar chão, armazenar água da chuva (quando chovia né?), banhos não demorados… Lema para nossos filhos (hoje para nossos netos) “cuidado, quer acabar com a água do planeta”?

Pois bem, no domingo (19/10) após lavar roupas no tanque, coloquei na maquina só para enxaguar e centrifugar (economizando uma lavada). Usei então a água do enxague para jogar no quintal, pois tenho cachorro e gato. Atitude correta? Não!! Fui denunciada. O fiscal do SAAE, por sinal muito educado, esteve em casa e verificou que eu não estava desperdiçando e sim reutilizando água. Agora fica a pergunta: O que fazer com a água da máquina? Deixar ir embora (desperdício) ou jogar no quintal e passar novamente pelo constrangimento de estar sendo negligente? Atitude correta de quem denunciou? Não!!! Ao se fazer uma denúncia é preciso verificar antes se a mesma procede. Fica aqui o meu desabafo e a minha dúvida. Um abraço!

Maria Carlina Carvalho Akaboshi



R: Oi Maria Carlina, que absurdo isso. Usando água da máquina e ainda ser denunciada. A que ponto chegamos! De fato, dá raiva de pessoas que ficam lavando a calçada com mangueira e não com balde de reuso. As pessoas precisam aprender a economizar e fazer disso um hábito. E parabéns por escrever e contar seu drama. Abraços.





Lar de Velhos

Cara Silvia, gostei muito de sua reportagem sobre os animais no Lar de Velhos Emmanuel. Você abordou com muita sensibilidade a situação dos nossos velhinhos e seus bichos de estimação. O Lar de Velhos é um exemplo de bons cuidados com essa população de mais idade. Eu não sabia que havia animais para alegrar os nossos idosos. É bom que tenham um animal para cuidarem, já está provado o papel da “bichoterapia”. Parabéns pela matéria na Tribuna Animal.

Maria da Conceição Moura



R: Oi Conceição, tudo bem? Também fiquei encantada com o amor aos animais que os velhinhos têm. O Lar é muito agradável, muito limpo, arejado e com passarinhos e peixinhos dando um ar ainda mais feliz. O cãozinho e as gatas são muito queridos no Lar. Abração.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

More articles

- Advertisement -spot_img

Latest article