18.6 C
Munique

10572 Correios Inaugura Centro De Distribuicao Regional

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Cidade › Correios inaugura centro de distribuição regional  
Correios inaugura centro de distribuição regional



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Atualizado em 08/12/2014 às 17h48Publicado em 08/12/2014 às 17h42Mariana Corrér – [email protected]
Prédio com mais de 45 mil m² é um dos maiores no país
IMAGENS: EDUARDO TURATI

Mariana Corrér

[email protected]



O Correios recebeu na manhã de quinta-feira, dia 4, o prédio que sediará o novo Centro de Cartas e Encomendas (CCE) Campinas. O espaço tem mais de 45 mil metros quadrados de área construída e empregará quase 1 mil pessoas.



A capacidade é para 6 milhões de objetos por dia. Assim, o complexo possibilita a ampliação das operações automatizadas de tratamento de cartas e encomendas destinadas às cidades do interior paulista.



O prédio foi inaugurado, mas sua operação começará somente ano que vem, com a chegada do maquinário. O funcionamento integral acontece apenas por volta de 2017. Antes disso, irá suprir a demanda atual, que é crescente. Serão 950 trabalhadores, sendo que parte deles virá transferida de Valinhos, onde fica o centro em operação atualmente.



As outras vagas serão preenchidas por um concurso público que aguarda autorização do Governo Federal, mas que deve ser realizado ainda no primeiro semestre de 2015. “Estamos com uma defasagem de 1.407 trabalhadores e abriremos mais vagas que isso. Destas, a grande maioria será alocada em Indaiatuba”, revela o coordenador regional de Operações, Luiz Carlos.


Ministro das Comunicações e responsáveis pela estatal estiveram presentes

O centro de Valinhos, por sua vez, continuará funcionando, porém com outro foco. Ele será direcionado a grandes empresas, com demandas diferenciadas.



A unidade de Indaiatuba, segundo o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que também faz parte do Conselho de Administração da estatal, trará mais agilidade para os serviços prestados pelo Correios. “Temos portas automáticas que serão abertas com a chegada do caminhão, quando eles serão acoplados para uma triagem inicial”, explica. “Os funcionários acompanharão esse maquinário e, assim, as mercadorias entram e saem de forma mais rápida”.



Esse processo poderá beneficiar diretamente as entregas no município. “Com todo o maquinário, as cartas chegarão preparadas após a triagem; o trabalho manual feito hoje em dia nas agências, para separação de cartas, não será mais necessário, já que elas sairão prontas da central, diminuindo o tempo”, estima o coordenador regional.



Para a inauguração, além do ministro e do diretor, estiveram presentes o presidente do Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira; o diretor da Diretoria Regional São Paulo Interior, Divinomar Oliveira da Silva; o vice-presidente de Gestão de Pessoas do Correios, Nelson Luiz Oliveira de Freitas; e Wilson Abadio de Oliveira, diretor regional de São Paulo Metropolitana.



O prédio foi construído pela Racional Engenharia Ltda. E está sendo locado pela estatal. Por conta do fluxo de veículos, foi aberta uma saída do empreendimento diretamente para a Rodovia Santos Dumont (SP-75), além de construída uma passarela para pedestres.





Pacote



A unidade faz parte de um pacote de investimentos que a estatal tem feito desde 2011. Até 2017, serão injetados R$ 900 milhões para a implantação de um total de 14 complexos operacionais e ampliação de outros seis, sempre em pontos estratégicos do Brasil.



O ministro Paulo Bernardo ressaltou, durante o evento de inauguração da unidade de Indaiatuba, que esse projeto tem como foco a melhoria na entrega de mercadorias. “A entrega de correspondências é um monopólio e somente os Correios pode fazer, enquanto as encomendas são de livre concorrência”, disse. “As cartas estão cada vez mais escassas, pois as pessoas possuem outros meios de comunicação, mas as encomendas só crescem e, por isso, estamos melhorando nossas instalações e tecnologias, para dar mais agilidade nesse processo”, acrescentou, lembrando que quer dar à população a pontualidade e rapidez que ela cobra.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo