15.4 C
Munique

10611 Defesa Civil Ganha Novos Equipamentos

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Polícia › Defesa Civil ganha novos equipamentos  
Defesa Civil ganha novos equipamentos



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Atualizado em 12/12/2014 às 10h56Publicado em 12/12/2014 às 10h56Leandro Povinelli – [email protected]
Investimento de cerca de R$ 17 mil é para o combate a incêndios

*

Leandro Povinelli

[email protected]



No início de dezembro, a Defesa Civil de Indaiatuba recebeu dois novos equipamentos para realizar o combate a incêndios. O primeiro deles, composto por um motor acoplado a um tanque flexível de perfil baixo de 400 litros, garante o esguicho de alta pressão para combater fogos rasteiros. Já o segundo, é uma motosserra.



“Esse equipamento é muito importante para o trabalho de apoio que fazemos ao Corpo de Bombeiros. Com esse conjunto temos condições de entrar em pontos nos quais a viatura Auto-Bomba dos Bombeiros tem dificuldade de acesso”, explicou o coordenador da Defesa Civil, o inspetor chefe João Carlos Boldrin.



A motosserra, por sua vez, pode ser utilizada em casos de corte de árvores após tempestades com vento. O investimento foi de aproximadamente R$ 17 mil.



EDUARDO TURATI

Campanha



Com o objetivo de orientar motoristas e pedestres em relação a atropelamentos e acidentes de trânsito, o Corpo de Bombeiros de Indaiatuba, em parceria com a Rede Integrada de Emergências (Rinem) de Campinas, realizou a distribuição de diversos panfletos em pontos estratégicos da cidade ao longo de toda a semana. De acordo com a corporação, a ação ocorreu nos semáforos da cidade, em bairros como Cecap, Jardim Esplanada e Jardim Morada do Sol. A ação, que tem âmbito estadual, deve seguir até a segunda quinzena de dezembro.



“Escolhemos os locais de acordo com os maiores fluxos de veículos, além de serem ruas e avenidas que já possuem um histórico desses casos de atropelamentos e outros acidentes de trânsito”, informou um dos militares.



A maior parte das ocorrências acontece por pressa, desatenção ou por falta de educação, tanto de pedestres como de motoristas. “Há aqueles que atravessam fora da faixa e os que usam celular dirigindo, assim como existem pedestres e condutores que não respeitam os semáforos e sinais de trânsito. Todos devem ser conscientizados”, completou o policial.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo