17.1 C
Munique

10755 Erosao Aumenta No Recreio Viracopos

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Cidade › Erosão aumenta no Recreio Viracopos  
Erosão aumenta no Recreio Viracopos



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Publicado em 28/01/2015 às 10h15Mariana Corrér – [email protected]
Buraco voltou a aparecer na Rua Guará mesmo após manutenção feita pela Semop
Eduardo Turati

*

Mariana Corrér

[email protected]



A erosão que se estende pela Rua Guará, no Recreio Campestre Internacional de Viracopos, voltou a aumentar após as chuvas da semana passada e já impossibilita a circulação de mais de um veículo por vez.



O buraco cresceu mesmo após manutenção da Secretaria de Obras e Vias Públicas (Semop), realizada na terça-feira, dia 20. O problema foi registrado pela Tribuna há duas semanas, quando foi prometido que seriam feitas melhorias no local.



A possível falta de drenagem aliada ao declive de um terreno irregular faz com que toda a água da Estrada do Fogueteiro desça em direção ao local. Em seu trajeto, a chuva leva lixo e resíduos deixados nas vias do bairro até a parte mais baixa, que é no fim da Rua Guará.



A Associação de Bairro do Recreio de Viracopos recebeu nova reclamação, inclusive a de um muro que cedeu, levando com ele filhotes de cachorros, que não foram encontrados.



Adrielle de Freitas Pimentel mora em uma das últimas casas da via. Em frente a seu portão está uma tubulação que fica ao ar livre devido ao desgaste do solo. Quando os trabalhadores da Semop estiveram lá, na semana passada, taparam esse espaço com terra. “O problema é que abriu de novo com a chuva e ficou impossível entrar ou sair da garagem, então meu pai conseguiu puxar um pouco de terra para a frente de casa para conseguirmos colocar o carro”, conta.



Como contou anteriormente, a moradora reitera que a tubulação constantemente entupida por conta de todos os elementos que a chuva arrasta até a via e, nesses casos, a água sobe e invade sua casa.



A Semop havia informado na semana anterior, via assessoria de imprensa, que serão criadas algumas saídas para o desvio da água antes do ponto onde ocorre o problema maior de erosão.

Ontem, a assessoria revelou que, “por conta das chuvas fortes que atingiram a cidade nos últimos dias, a equipe de manutenção está priorizando os locais onde os acessos ficaram comprometidos. Existe uma equipe trabalhando na região do Fogueteiro e assim que forem atendidas as emergências, voltarão ao local para as providências necessárias”.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo