13.1 C
Munique

10773 Indaiatubano Recebe Faixa Preta E Disputa Campeonato Europeu

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Esportes › Indaiatubano recebe faixa preta e disputa campeonato europeu  
Indaiatubano recebe faixa preta e disputa campeonato europeu



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Publicado em 09/02/2015 às 09h24Anieli Barboni – [email protected]
Divulgação

*

Anieli Barboni

[email protected]



O atleta Felipe Augusto de Oliveira, de 31 anos, participou do European Open Championsh – campeonato europeu de jiu-jitsu – em Portugal. Oliveira não conquistou o pódio, mas obteve sua faixa preta na Irlanda e deu aulas da modalidade para o exercito irlandês.



O lutador contou que, a princípio, sua ida para a Europa era apenas para fazer o exame de faixa preta. “Meu mestre Diego Coloma está morando na Irlanda e por isso meu exame foi realizado lá”, diz o Oliveira. “Como coincidiu as datas do meu exame com o campeonato, meu mestre sugeriu que disputasse o European”, explica.



O campeonato foi realizado pela International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF), de 22 a 25 de janeiro, e teve 3.500 participantes. “Não alcancei pódio, mas foi uma experiência importante na minha vida de atleta”, comenta. “Já o meu exame de troca da faixa marrom para a preta foi uma homenagem simbólica e um momento que ficou registrado com emoção”, diz o lutador.



Na Irlanda, Oliveira também teve a oportunidade de dar aulas de jiu-jitsu para o exército do país. “Participar desse projeto com o Diego Coloma e os soldados irlandeses ajudou a profissionalizar ainda mais meu plano como professor e competidor no Brasil”, diz. “A filosofia e o método que está aplicado no exercito fortalecem os soldados a terem uma disciplina maior em sua profissão e trabalhar com seu próprio estilo de vida. Os treinos de jiu-jitsu fazem parte do dia a dia do militar e está disponível dentro do quartel”, conta Oliveira.



Esta foi a primeira competição de Oliveira fora do país. Agora, o atleta conta que pretende se dedicar aos campeonatos brasileiros e voltar para o European de 2016. “Vou me preparar para as competições no Brasil e fazer uma periodização com treinamentos específicos para ganho de resistência e força e também continuo dando aulas como personal trainer”, diz. “Pretendo correr o circuito Paulista, Brasileiro e Sul-americano, e voltar a disputar o European no próximo ano”, aponta Oliveira.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo