3.1 C
Munique

10809 Xande De Pilares E Turma Do Pagode Sao Atracoes Do Conexao 105 Fm

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Cultura e Lazer › Xande de Pilares e Turma do Pagode são atrações do Conexão 105 FM  
Xande de Pilares e Turma do Pagode são atrações do Conexão 105 FM



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Publicado em 23/02/2015 às 09h17Fábio Alexandre – [email protected]
Shows acontecem em março, no Salão Social do Clube 9 de Julho
Divulgação

*

Fábio Alexandre

[email protected]



Reconhecido projeto que reúne alguns dos maiores nomes do samba e pagode por todo Estado de São Paulo, a Conexão 105 FM está de novo endereço: o Salão Social do Clube 9 de Julho. No próximo dia 14 de março, a partir das 21 horas, os grupos Turma do Pagode, Art Popular e Pintou o Samba dividem o palco com o cantor Xande de Pilares, ex-vocalista do grupo Revelação, agora em carreira solo. Os convites para Pista, Área VIP e Camarote Open Bar já estão à venda.



A Turma do Pagode começou sua carreira em 1994, na Zona Norte da capital paulista. Ao contrário dos pagodes românticos lançados naquela época, o grupo optou por sambas clássicos e pagodes animados, garantindo presença em diversas casas noturnas famosas como Carioca Club, Cobra Coral, Fui, Avenidas, Maria Mariá, Terra Brasil, entre outras.



O grupo, que surgiu com o nome de Art’Damar, se transformou em Turma do Pagode e em 2001 gravou seu primeiro CD, intitulado Turma do Pagode ao Vivo, registrado em apresentação no Consulado da Cerveja, cujo destaque era a canção de Djavan, Fato Consumado. Dois anos depois chegaria Volume Dois, que trazia a música Já Virou Rotina, que ganhou as rádios de todo o Brasil.

Mas foi em 2005 que o grupo conquistou o país. O álbum Pagode do Bom ao Vivo trazia canções como Greve de Amor, Pagode do Bom e A Gente Já Não Rola, entre outras. Em 2007, o CD Mais Feliz trazia os hits Samba na Veia, Não Faz Cara Feia e outros sucessos. Dois anos depois o grupo lançaria Dom de Sambar, com faixas como De Bobeira, Coração e Dona dos Meus Sonhos.



O primeiro CD e DVD veio em 2010 com Esse é o Clima, com canções como Camisa 10, Selinho, Louco Apaixonado, Toma Jeito Coração, Pensando em Você e Quando Ela Souber. O atual trabalho do grupo é Mania do Brasil, que traz as músicas A Paz que Faltava, Pente e Rala, Marcas de Amor, entre outras.



Atualmente, a formação da Turma do Pagode traz Leiz no tantã e vocal, Marcelinho TDP no cavaquinho, Caramelo no banjo e vocal, Thiago e Neni na percussão, Rubinho no pandeiro, Leandro Filé no violão e Fabiano Art no surdo.



Veteranos



O grupo Art Popular é referência no gênero desde o lançamento de seu primeiro disco, em 1993. A partir de seu quarto trabalho, Sambapopbrasil, de 1997, o grupo ganhou influências eletrônicas e da música sertaneja, com músicas como Tomateira e Fricote, sucesso em todo o Brasil. O reconhecimento desta mistura viria em 2000, quando gravaram seu Acústico MTV, até hoje o único de um grupo do gênero.



Formado originalmente por Leandro Lehart (vocalista, compositor e produtor), Márcio Art (vocalista), Denilson Pimpolho (tantã), Tcharlinho (pandeiro), Evandro (repique) e Malli (percussão), hoje o grupo contra com Pedrinho Black, finalista do programa Ídolos, no vocal.



Formado em 2011 em Indaiatuba, o grupo Pintou o Samba surgiu após alguns encontros em bares da cidade. A “brincadeira” acabou se tornando séria e o primeiro CD, intitulado O Som da Alegria, logo emplacaria a faixa Quem Mandou me Beijar entre as mais pedidas em rádios de São Paulo e Rio Grande do Sul.



O Pintou o Samba é formado pelo percussionista João Paulo Eugênio, que começou na música aos 8 anos de idade na bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Sereno, da qual hoje é o mestre. Jefferson Saraiva, o Keko, comanda o rebolo. Também começou na música cedo e aos 7 anos de idade integrava a bateria da Escola de Samba Unidos de Indaiá. Participou do Grupo Assaí e já acompanhou artistas renomados, como Reinaldo, Biro do Cavaco, Almir Guineto, Sombrinha, Marquinhos Satã, entre outros.



No cavaquinho está Marcelinho Oliveira, que estudou no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí e também começou cedo sua carreira de músico. Com 9 anos já era integrante da bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Sereno e depois integraria os grupos Ki Delícia, Kadência, Sensual e Assaí.



No vocal está o administrador de empresas Rafa Munhoz, que nunca escondeu sua paixão pela música. Aos 14 anos montou a sua primeira banda, a Dokmus, com um repertório repleto de pop rock. Também integrou a Banda Medley, antes de apostar em outra paixão: o samba.



Os ingressos para a Conexão 105 FM em Indaiatuba podem ser encontrados nas lojas Cris Bandeira do Jardim Alice (Rua Padre Francisco de Paula Cabral de Vasconcelos, 1.337) e Morada do Sol (Rua Serafim Gilberto Candello, 1.542), na Marquinhos Tintas da Avenida Conceição, 1.198, na Banca do Januba (Praça do Cato no Jardim Califórnia) e na Secretaria do Clube 9 (Avenida Presidente Vargas, 2.000).



Conexão 105 FM



Data: 14 de março

Horário: 21 horas

Local: Salão Social do Clube 9 de Julho

Ingressos: Pista (R$ 40), Área VIP (R$ 60) e Camarote Open Bar (R$ 120)

Classificação: 18 anos

Informações: (19) 3500-4455

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo