22.2 C
Munich

10086 Coluna Silvia Em Revista 6 De Setembro De 2014

Must read



Home › Notícias › Silvia em Revista › Coluna Sílvia em Revista – 6 de setembro de 2014  
Coluna Sílvia em Revista – 6 de setembro de 2014



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Atualizado em 08/09/2014 às 19h50Publicado em 08/09/2014 às 19h29Silvia Bolívar – [email protected]
Exemplo

Encontrei o prefeito Reinaldo Nogueira na Agrococ domingo passado. Ele estava com o filho e, no colo deste, uma cachorrinha bebê, recém-adotada. Reinaldo sempre esteve presente nas Cãominhadas de proteção animal. Seu filho brincava bastante com os cães, mas quando perguntei se ele tinha um pet em casa, o pai respondia que esse dia chegaria. Por fim chegou, com uma SRD (sem raça definida) em vez de um cão de raça pura.

Não tem a ver com a eleição. Reinaldo não estava fazendo proselitismo com o gesto.



Apoio

Perguntei para o prefeito quem ele apoiaria para a Presidência e ele desconversou. Mas para governador foi claro: Alckmin. Ele até apareceu em matérias jornalísticas junto com o governador em visitas a cidades na região. Detalhe: Reinaldo está atualmente no PMDB, mesmo partido de Skaf.

É natural que o prefeito apoie o atual governador. A parceria rendeu bons projetos para a cidade, como o Poupatempo.



Inaugurações

A semana foi concorrida no quesito evento social. Foram dois e muita gente bonita passou por eles na quarta foi inaugurado o Yázigi Travel, que ofereceu um café da manhã de “madrugada”. Na quinta foi a vez da FX Casa de Câmbio Indaiatuba apresentar suas credenciais. O convite para a imprensa é muito criativo: uma miniatura de mala feita em papelão, uma graça.

Nesta segunda acontece o coquetel de inauguração do Espaço R na Rua Jácomo Nazário. A loja, da Estilo Próprio vem coroar onze anos de sucesso. Para a comemoração, a imprensa recebeu uma garrafa de vinho frisante junto com o convite.



Marina ou Dilma?

Será que o Aécio Neves está mesmo fora do páreo? É interessante notar como a comoção pode mudar um quadro eleitoral que já estava estabilizado. O que parecia ser novamente PT versus PSDB mudou totalmente com a chegada avassaladora da ex-senadora Marina Silva. A subida dele em intenções de votos era prevista. Havia a comoção em relação à morte repentina de Eduardo Campos, de quem era vice. Além disso, em 2010, ela teve quase 20 milhões de votos, um número impressionante.

O problema que Marina pode enfrentar antes mesmo de ganhar a eleição (se isso ocorrer) é a declarada decisão de não se aliar a nomes “indignos”. Lamentavelmente, quem governar um país vai ter que fazer alianças com a banda podre. Ou não consegue governar.

Entretanto, há muitos dias de campanha pela frente e o quadro de intenção de votos pode ser alterado com os debates, matérias jornalísticas e horário eleitoral. Vamos ver no que vai dar.



Miss Indaiatuba

A grande final que elegerá a candidata que vai representar Indaiatuba no concurso Miss São Paulo acontece na outra sexta, 12/9, na sala Acrísio de Camargo, no Centro Integrado de Apoio à Educação (Ciaei). São 20 candidatas disputando o título. Os jurados precisam não só ver a beleza, mas, principalmente, as medidas das concorrentes. São altas o suficiente? Magras demais? Antigamente as regras eram ferrenhas. As medidas busto, cintura e quadril deveriam ser exatos 90 cm, 60 cm e 90 cm respectivamente. Um centímetro a mais ou a menos, já reprovava. Estatura: acima (o quanto mais, melhor) de 1,70m e o peso deveria ser “dez a menos” do que a altura. Ou seja, se a candidata mede 1,75m seu peso deveria ser 65 kg. Isso, antigamente. Hoje é quase vale tudo.

Que vença a melhor. Faz tempo que Indaiatuba não tem uma representante no Miss Brasil. Já tivemos quatro na parada, sendo duas as vencedoras máximas. A Revista da Tribuna fez uma bela homenagem com essas belas mulheres que chegaram ou venceram o Miss Brasil. Indaiatuba, terra de mulher bonita.



CARTAS



TEREMOS ÁGUA?

Silvia, como nós poderemos nos proteger desse absurdo que já deve estar ocorrendo na cidade? Refiro-me à captação de água pelo SAAE do rio Jundiaí.

Notícia na Tribuna de 30/8 mostra que está havendo uma pressão em captar essa água podre e totalmente poluída do Jundiaí. Não há relatório que me convença que essa água pode se tornar potável. (E se puder, a que preço será??) Preço econômico e ambiental, pois imagine a quantidade absurda de cloro e alumínio e outras químicas que serão necessárias para tirar a cor, o cheiro, o gosto e todos os metais pesados e micro organismos desse esgoto.

Meu Deus, a que ponto chegamos?

Matéria no Fantástico mostrou que a cidade de Engenheiro Coelho se planejou em relação aos recursos hídricos. Isso mostra que é possível ter água de qualidade, mas é preciso metas, planos e vontade política.

O Ministério Público está atento ao problema? Qual vereador está fazendo algo a respeito? E deputado estadual? Quem está buscando algum plano de reuso de água? E obrigatoriedade de captação de água da chuva? Quem está fazendo alguma coisa? Quem continua aprovando loteamentos e novos empreendimentos que vão consumir mais água?

Itu teve que barrar pelos próximos 6 meses qualquer novo empreendimento. E o que estamos fazendo aqui?

Nossa casa foi construída com uma cisterna de 5.000 lts de captação de água da chuva e para isso foi adaptado todo o sistema de calhas que alimentam os vasos sanitários e as torneiras do quintal e garagem.

Passo nas ruas e vejo as pessoas lavando a calçada com mangueira e fico horrorizada com a total falta de cidadania e até de amor próprio. Será que as pessoas não olham a situação ao seu redor? Gastam como se não houvesse o amanhã.

Deveriam multar quem desperdiça água. Deveria existir um disk-denúncia no Saae.

Como poderemos pressionar, Silvia? Como cidadãos, qual o nosso poder? O Ministério Público seria uma alternativa possível? Ou estamos de mãos atadas? Vamos ver tudo isso sem lutar?

A matéria do Fantástico é preocupante, porque mostra o que já está acontecendo: Amazônia destruída, seca no Centro e Sudeste brasileiros

Quero muito estar enganada, mas se a situação se agravar pode virar uma convulsão social.



Abraços e saudades,

Maristela Moura



R: Querida Maristela, a situação é grave mesmo. Pode até chover aqui e ali, mas a água é finita. Pouca gente se dá conta disso. Certa vez fui falar com uma mulher que “varria” a calçada com uma mangueira e ela disse que quem paga a água é ela e que iria continuar a lavar sua calçada. Não é o caso de pagar e sim desperdiçar.

Quanto ao uso da água do Jundiaí, a Prefeitura me assegurou que, com tratamento (e quanta química vai nisso, como você salientou), pode ser potável e boa para consumo. Mas acho que essa água deveria ser destinada apenas às indústrias.

Por fim, concordo com você quanto ao desmatamento não só na Amazônia, mas aqui também. Que futuro terão os netos dos que governam hoje Indaiatuba. Beijo carinhoso, Maristela.



SANTINHOS

Bom dia Amiga Jornalista Silvia Bolívar! Parabéns sempre pelo seu trabalho, com certeza o jornalismo sério lhe agradece!

Ontem vi um Projeto de Lei ser aprovado em Campinas que adoraria ver em Indaiatuba ser realmente aplicado e fiscalizado!

A Câmara de Vereadores de Campinas aprovou ontem projeto de lei, de autoria do presidente da Câmara, que proíbe os políticos de jogarem propaganda eleitoral nas ruas próximas a escolas onde os eleitores irão votar na cidade.

De acordo com a proposta, o candidato que insistir e for flagrado irá pagar uma multa de R$ 7,8 mil, o que equivale a 3 mil UFICs.

A proposta é uma tentativa de inibir o hábito de muitos políticos de forrarem com “santinhos” os locais de votação na tentativa de conquistar um eleitor indeciso.

O projeto foi protocolado após acidentes sofridos por eleitores no pleito de 2012.

Na época, cerca de 15 eleitores tiveram quedas após escorregarem por causa do tapete de material eleitoral que se transformou em um limbo depois que os papéis ficaram molhados em razão de uma chuva.

Algumas pessoas tiveram ferimentos leves e outras graves, sendo que muitos tiveram de ser atendidos pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O projeto faz um acréscimo à Lei Municipal em Campinas que regula sobre limpeza urbana, especificando os casos de descarte de lixo relacionado a material eleitoral.

Ele inclui o descarte dos “santinhos” como um ato lesivo ao município.

Chega de porcalhões acabando com a limpeza de nossa Indaiatuba.



Abraços e Boa semana!

Ricardo Rangel



R: Oi Ricardo, muito boa essa lei. Só lamento não ser na cidade toda, porque o meio ambiente é outro que sofre muito na época eleitoral. Em Indaiatuba tem lei parecida, mas ninguém respeita. Testemunhei dois homens numa caminhonete fazendo desova de santinhos na Avenida Kennedy (mas não perto do Dom José) e notei que essas pessoas nem tentavam se esconder. Aqui em Indaiatuba também tivemos acidentes na campanha eleitoral para prefeito e vereadores (são as que mais emporcalham). Com a água em perigo, como limpar a cidade depois dos santinhos que certamente ficarão espalhados? Os candidatos deveriam se responsabilizar. Ou ser responsabilizados por danos sociais e ambientais. Escreva sempre. Abração.



Dicas de livros
Divulgação

MAR DA TRANQUILIDADE



A Arqueiro lança o livro de Katja Millay.

Nastya foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas só até conhecer Josh, um cara tão antissocial quanto ela. Ele tem um campo gravitacional forte, mas ninguém se aproxima dele. Nastya está atraída pelo rapaz Ele teme, já que todos à sua volta morrem. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.


Divulgação

EMBUSCADOAMOR.COM



A Bertrand Brasil lança mais um romance que as mulheres vão adorar! É o sucesso de Emma Garcia publicado aqui.

Viv já esteve para se casar com Rob por três vezes, mas eles sempre adiam, apesar de continuarem juntos. Quando é para ser de verdade, Rob desiste. Viv fica deprimida, bebe vodca e decide fazer um bizarro corte de cabelo. Mas o que a ajuda é criar um site de autoajuda justamente para casos como o dela. Mas será que há volta com Rob? De coração partido, acaba chorando nos braços do amigo Max. A vida está difícil para o indeciso coração de Viv.


Divulgação

A VINGANÇA DA AMANTE



A Record lança livro de estreia de Tamar Cohen, um thriller que revela os perigos de um caso amoroso. Sally e Clive viviam uma grande paixão proibida. Por cinco anos, Sally orquestrou sua rotina de jornalista e mãe de dois filhos para conciliar suas obrigações com os encontros tórridos com Clive. Daniel, seu marido, nunca desconfiou que a mulher tivesse um caso com um amigo da família. Um dia, o amante resolve pôr um fim ao relacionamento na tentativa de salvar o casamento de mais de vinte anos. Sally não aceita e fica perigosamente obcecada.


Aniversário
Paulo José

Esta semana quem recebeu os aplausos dos colegas na Tribuna foi o fotógrafo Eduardo Turati. Salgadinhos por conta da Casa da Esfiha; o bolo e os docinhos são da Padaria Suíça.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

More articles

- Advertisement -spot_img

Latest article