14.5 C
Munique

10753 Joao Baldasserini Fala Sobre Minisserie

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Cultura e Lazer › João Baldasserini fala sobre minissérie  
João Baldasserini fala sobre minissérie



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Atualizado em 26/01/2015 às 10h11Publicado em 26/01/2015 às 10h11Fábio Alexandre – [email protected]
Em novo trabalho na Rede Globo, ator fala sobre Fernando Meirelles e planos para 2015
Eduardo Turati

*

Fábio Alexandre

[email protected]



Ele nasceu na capital paulista, mas veio para Indaiatuba aos seis anos de idade. E aqui se descobriu como artista, atendendo aos apelos da mãe, que identificou em João Baldasserini um talento para o teatro. Desde então, o ator participou de peças teatrais, estreou no cinema em ‘Linha de Passe’ (2008), do diretor Walter Salles, e agora estrela a minissérie ‘Felizes para Sempre?’, do diretor Fernando Meirelles, de ‘Cidade de Deus’ e ‘Ensaio sobre a Cegueira’.



João recebeu a Tribuna de Indaiá na casa de sua mãe, a cantora Kika Baldasseirine, para falar sobre sua carreira, a experiência de trabalhar com Meirelles e outros grandes nomes da televisão brasileira, e sobre seus planos para o futuro.



Tribuna – Como você de descobriu ator?

João – Aos 18 anos me preparava para fazer Direito, mas minha mãe pediu que tentasse o teatro. Eu era muito tímido, mas no palco me sentia mais forte, consciente das minhas capacidades. Então fui estudar Artes Cênicas no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí e três anos depois fui morar em São Paulo, onde passei a trabalhar na companhia de teatro Os Satyros e me inscrevi na Escola de Artes Dramáticas da USP (Universidade de São Paulo).



Tribuna – Linha de Passe foi um divisor de águas em sua carreira?

João – Em 2008, ‘Linha de Passe’ deu uma alavancada em minha carreira. Mudei para o Rio de Janeiro, onde fiquei um ano e meio e fiz a novela ‘Tempos Modernos’, na Rede Globo, e a série ‘O Astro’. Foi importante, pois a televisão te projeta, te dá uma imagem pública. Para mim, trabalhar é uma terapia e quando estudo um personagem, estou estudando o João também.



Tribuna – Qual seu gênero predileto?

João – Estou descobrindo que levo jeito para a comédia, mas gosto de fazer dramas. A comédia te expõe mais, a piada precisa funcionar. Já o drama não te expõe tanto, mas também é muito desafiador.



Tribuna – O que costuma assistir nos momentos de folga?

João – Vejo desde comédia romântica a Woody Allen. Depende do meu estado emocional. Às vezes, me tranco em casa e vejo um filme de terror. Mas admiro muitos diretores, como Pedro Almodóvar, por exemplo.



Tribuna – Recentemente você participou de um comercial. Como foi?

João – A publicidade é um meio de trabalho para o ator, mas faço muito pouco. Mas fui chamado para um teste e fui aprovado. Quando vi, o diretor era o Fernando Meirelles e a produção era da sua O2 Filmes. Tempos depois, me chamaram novamente para uma série da Globo, chamada ‘Os Experientes’ (ainda inédita na TV). Perguntaram se eu aceitaria um pequeno papel na produção e peguei na hora.



Tribuna – Como você chegou a Felizes para Sempre?

João – Tempos depois de ‘Os Experientes’, recebi um e-mail do próprio Fernando Meirelles. Na hora, achei que era vírus (risos). Ele dizia que tinha dois papéis para uma minissérie na Globo e me queria em um deles. Fui na produtora e tivemos uma reunião, onde acertamos os detalhes.



Tribuna – Como foi trabalhar com Meirelles?

João – Fernando é um cara generoso, pois acredita nas pessoas. Apesar de seu grande poder hierárquico, trata todo mundo de igual para igual. Às vezes, não acreditamos em nosso próprio trabalho e vem um cara destes e dá um tapão na gente. É coisa de pai e mãe mesmo.



Tribuna – E como foi interpretar o Joel na minissérie?

João – Felizes para Sempre? é uma minissérie complicada, que trata sobre quatro casais e suas histórias, que se entrelaçam. O Joel é o mais novo de três irmãos, todos casados. Ele é o braço direito do irmão mais velho na empreiteira da família, mas vive alguns dilemas. Depois de terminar seu casamento com Susana (Caroline Abras), ele começa a desconfiar de algumas atitudes dela. Logo ele descobre que ela tem outro e com o ego ferido, não aceita mais a separação.



Tribuna – O que o público pode esperar da minissérie?

João – A minissérie é muito real. É difícil enquadrar o Joel ou qualquer outro personagem como herói ou vilão. O público pode se identificar com o Joel, mas todos os personagens são contraditórios, complexos. O forte da série é realmente a sua trama (escrita por Euclydes Marinho).



Tribuna – Como você observa a evolução das minisséries na televisão?

João – Vejo como uma consequência da evolução da própria sociedade. A dramaturgia está mudando, novos roteiristas estão chegando. A informação chega cada vez mais rápido às pessoas. Adoraria trabalhar com roteiristas como Bráulio Mantovani (Tropa de Elite) e João Emanuel Carneiro (Avenida Brasil), só para citar alguns.



Tribuna – E como foi trabalhar com astros como João Miguel e Adriana Esteves?

João – Fiz ‘A Teia’ com o João Miguel. Quando o conheci, ele me olhou nos olhos, como pouca gente faz no meio. E um dia destes no set de Felizes para Sempre? ouvi alguém chamando ‘Baldasserini’. Quando vi, era a Adriana Esteves. Quase pedi para ela chamar de novo (risos). Confesso que fiquei nervoso em algumas cenas, mas muito orgulhoso de estar ali. Recebi este presente do Fernando.



Tribuna – E como era o cotidiano no set?

João – O Fernando é um gentlemen. Sabe conduzir o set e o ambiente de trabalho é muito agradável. Ele me deu muita liberdade para trabalhar e improvisar, e ao final da gravação, agradeci muito. Mas ele sempre faz questão de dizer que o mérito é nosso.



Tribuna – Quais surpresas estão reservadas para 2015?

João – Estou indo fazer testes para um novo filme. Espero que ‘Felizes para Sempre?’ seja importante em minha história, como ‘Linha de Passe’ foi. Não posso reclamar da minha carreira, tive muita sorte e sempre pude corresponder. Sou muito feliz profissionalmente. Hoje me sinto um artista capaz, que tem algo a dizer.



‘Felizes para Sempre?’ é uma minissérie em 10 capítulos de Euclydes Marinho, com direção-geral de Fernando Meirelles e direção de Luciano Moura, Rodrigo Meirelles e Paulo Morelli. No elenco estão Adriana Esteves, Maria Fernanda Cândido, Cássia Kis Magro, Enrique Diaz, João Miguel, Selma Egrei, Paolla Oliveira, Caroline Abras, Perfeito Fortuna, João Baldasserini, Matheus Fagundes, Silvia Lourenço, Teca Pereira, Gero Camilo, Bel Kovarick, Fafá Rennó, Rodrigo dos Santos, Bruno Giordano, Martha Nowill, Claudia Alencar e Antônio Sabóia.



A estreia acontece na próxima segunda-feira, dia 26, logo após o ‘Big Brother Brasil’.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo