17.1 C
Munique

10844 Cidade Deve Receber Mais Cinco Medicos

Leitura obrigatória



Home › Notícias › Cidade › Cidade deve receber mais cinco médicos  
Cidade deve receber mais cinco médicos



Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA
Publicado em 04/03/2015 às 10h11Mariana Corrér – [email protected]
Programa Mais Médicos contemplou Indaiatuba em nova fase; três deles já confirmaram
Eduardo TuratiEntre as UBSs que receberão os novos profissionais, as unidades do Cecap e do Itaici (foto) já garantiram a indicação

*

Mariana Corrér

[email protected]



Indaiatuba deve receber mais cinco profissionais pelo programa federal Mais Médicos. A princípio, a cidade teria pedido somente três médicos, mas até a semana passada foram anunciados mais dois nomes.



O secretário da Saúde, José Roberto Stefani, revela que os três primeiros já se apresentaram à Secretaria e estão confirmados para trabalhar no município. Os outros dois ainda não confirmaram os nomes para Indaiatuba.



Todos eles são brasileiros e formados no Brasil, por isso, começam no atendimento da Atenção Básica, mas podem mudar de função se houver necessidade. “Eles atenderão nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Cecap, de Itaici e na UBS IX, do Centro”, avisa o chefe da Saúde.

Com esses médicos, a rede básica chega a 14 profissionais vindos pelo programa do Ministério da Saúde. O convênio foi iniciado em 2013 e, na época, Indaiatuba pediu 11 profissionais. De início, vieram somente seis e, posteriormente, a equipe foi complementada, chegando ao número solicitado.



Até então, foram beneficiadas as unidades do Centro, do Parque Corolla e do Jardim Califórnia, além do Posto de Saúde da Família (PSF) do Parque Residencial Indaiá e do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc). As últimas três contratações, em 2014, foram para a atenção domiciliar, pelos projetos Melhor em Casa e Consultório na Rua.



Chamadas



Em fevereiro aconteceram a primeira e a segunda chamadas de 2015 do Programa Mais Médicos. A demanda de 18 estados foi integralmente preenchida com a segunda chamada de profissionais. Entre as nove unidades da federação com oportunidades a serem preenchidas nas próximas etapas, cinco já ocuparam mais de 92% dos postos e quatro tiveram cerca de 80% das vagas escolhidas pelos médicos nas duas primeiras etapas de seleção. Ao todo, das 4.146 opções disponíveis, 4.061 (98%) já foram ocupadas. Para a terceira chamada, 4.362 médicos poderão optar dentre as 85 vagas disponíveis em 47 municípios.



O profissional que for alocado no município que escolheu e não se apresentar na data prevista não poderá participar das outras chamadas e terá a vaga disponibilizada para a terceira chamada, que acontecerá nos dias 17 e 18 de março. Atualmente, estão disponíveis para terceira fase de seleção 85 vagas em 47 municípios.



Caso ainda existam vagas em 10 de abril, será aberta chamada para brasileiros formados no exterior e, no dia 5 de maio, para médicos estrangeiros. O módulo de acolhimento para esses profissionais está previsto para iniciar em 8 de junho. A cada trimestre, o Ministério da Saúde lançará edital para oferta das vagas em aberto. Os editais poderão contemplar municípios que antes não conseguiram aderir ao programa pela incapacidade instalada.

Compartilhe:
Tamanho do texto: AAAAAA




Comentários (0)

- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo