12.9 C
Munique

83 Comissao Quer Se Reposicionar Em Debate

Leitura obrigatória

Home Notícias Cidade Comissão quer se reposicionar em debate

Primeiro Caderno

  • Charge
  • Cidade
  • Dropes
  • “Ekos” do Santuário
  • Em pauta
  • Espaço do leitor
  • Esportes
  • Filatelia
  • Imagem da Cidade
  • Manchetes
  • Pinceladas
  • Polícia
  • Serviços
  • Súmula
  • Você Sabia

Caderno B

  • Agenda
  • Almanaque
  • Cinema
  • Horóscopo
  • Lazer e Cultura
  • Livros
  • No Divã
  • Resumo de Novelas
  • Sílvia em Revista
  • Social

Classificados

  • Páginas Online
  • Anuncie
  • Caderno Imobiliário

Comissão quer se reposicionar em debate
Tamanho do texto: AAAAAA
Publicado em 22/04/2010 às 14h31Tatiane Quadra – [email protected] 
Depois de mais de 100 dias sem realizar nenhum encontro, a Comissão Metropolitana de Viracopos se reunirá na quinta-feira, dia 22, das 10h às 12 horas, na Câmara. Segundo o presidente do grupo, o vereador Bruno Ganem (PV), o objetivo é se “realinhar” ao que está acontecendo referente à ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos. Para ele, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) quer forçar o aumento da demanda local com a vinda do trem de alta velocidade (TAV).



A Comissão Metropolitana é composta por todos os municípios da região que serão afetados pela ampliação do aeroporto estabelecido em Campinas. Cada cidade possui um vereador como representante no grupo, e algumas, como Indaiatuba, Valinhos e Vinhedo, possuem ainda uma Comissão Municipal da Câmara. Aqui ela é formada por Agostinho Andrade Júnior (PPS), Hélio Alves Ribeiro (PSB) e Ganem, que é o presidente do órgão metropolitano.



O grupo não realizava um encontro desde o dia 5 de janeiro, quando foi debatida a ampliação do aeroporto de Bauru que, segundo as comissões, como “válvula de escape” para que a região de Viracopos sofra a menor quantidade possível de impactos ambientais. “Desde então a situação não andou. A ideia desta nova reunião é se realinhar sobre o que está acontecendo”, diz o vereador. “A Comissão perdeu um pouco ‘da mão’ do que a Infraero estava colocando. Paramos de discutir um pouco e a questão do trem de alta velocidade foi ganhando bastante força.”



Demanda

Para Ganem, a Infraero está trabalhando no sentido de gerar um aumento de demanda para Campinas através do novo trem. “Assim, se chegará a uma situação de excesso de passageiros, para que a ampliação seja realizada de forma urgente. Desta forma, poderá se passar por cima de tudo”, analisa. “Mas essa é minha visão particular, que quero discutir com os outros representantes, para formar uma opinião da comissão e a partir disso definir uma série de ações.”



O presidente da comissão declara que quer trazer a Infraero novamente para o debate. “O importante é conseguir ao menos pequenas vitórias e nunca retroceder, para termos um projeto da ampliação que aconteça de maneira natural, sem gerar impactos sociais e ambientais que estamos vendo que vão ocorrer, se a situação continuar a mesma”, explica. “Precisamos nos reposicionar sobre tudo isso.” Segundo Ganem, há uma proposta de que parte da linha do trem seja subterrânea, evitando desapropriações de terra e deixando assim de danificar nascentes.



O vereador ressalta ainda a importância de cada cidade organizar sua comissão própria, além de participar da Metropolitana. “Criamos uma discussão que abrange todas as cidades, mas é preciso que se debata os desdobramentos de maneira mais próxima, sobre os impactos locais”, argumenta.

Tamanho do texto: AAAAAA

Comentários (0)

Mais comentáriosNenhum Comentário
Deixe seu comentário




 
- Advertisement -spot_img

Mais artigos

- Advertisement -spot_img

Último artigo